LOGOTIPO DNEGOCIOS
(55)(41)3424-6382


Fevereiro de 2017
         

É carnaval .

Seleção de Livros! Clique e confira.
         

SÃO PAULO MEGAMETRÓPOLE


SÃO PAULO MEGAMETRÓPOLE
"Fídias L. Muro”

No ano de 1553 os padres jesuítas José de Anchieta e Manoel da Nóbrega subiram a Serra do Mar, a procura de um lugar seguro para se instalar e catequizar os índios, e no planalto de Piratininga, encontraram o ponto ideal. Tinha “ares frios e temperados como os de Espanha” e “uma terra mui sadia, fresca e de boas águas”.
        Construíram um colégio numa pequena colina, próxima aos rios Tamanduateí e Anhangabaú, e no dia 25 de janeiro de 1554, celebraram uma missa que marcou o nascimento da cidade de São Paulo.
        O povoado de Piratininga se transformou numa cidade de 11 milhões de habitantes. Em 1815, virou capital da Província de São Paulo, mas somente doze anos depois ganha sua primeira faculdade, de Direito, no Largo São Francisco e se torna núcleo intelectual e político do país. Com a expansão da cafeicultura no final do século XIX, imigrantes chegaram dos quatro cantos do mundo para trabalhar nas lavouras e, mais tarde, no crescente parque industrial da cidade. Mais da metade dos habitantes em 1890, era formada por imigrantes.
        Na década de 40 a indústria se tornou o principal motor econômico de São Paulo, e a necessidade de mão de obra trouxe brasileiros de vários estados, principalmente do nordeste do país. O setor de serviços foi ganhando maior destaque na economia paulistana e as indústrias começaram a migrar para municípios da Grande São Paulo em busca de instalações maiores e mais baratas. Hoje a capital paulista é o centro financeiro da América Latina e recebe brasileiros e estrangeiros que trabalham e vivem num ambiente de colaboração e respeito.
        A maior cidade do país e da América do Sul, a centenária Terra da Garoa é destino de negócios, compras, estudos, cultura, lazer, serviços dos mais diversos e turismo, recebendo visitantes de todos os cantos do mundo. Basta um giro pelo seu centro histórico para se entender porque esta cidade encanta e apaixona tantas pessoas.

Teatro Municipal - Um ícone do Centro, com fachada inspirada na Ópera de Paris. O teatro foi projetado em 1911 para receber a elite paulistana. Por fora, o prédio exibe traços renascentistas e em seu interior, vitrais, mosaicos e um lustre com 7 mil cristais belgas.

Largo São Bento - Em 1660, o Largo já tinha se expandido e a Igreja Católica solicitou a construção de um mosteiro. Ele tem um calçadão para caminhadas, bancos, jardins e um chafariz. No centro do Largo está o Mosteiro de São Bento, que atrai visitantes pela história, lendas e curiosidades.

Viaduto do Chá - Foi o primeiro viaduto da cidade. Tem esse nome porque havia nas proximidades uma extensa plantação de chá da Índia. Liga a rua Direita (Centro Velho) com a rua do Chá, atual rua Barão de Itapetininga (Centro Novo).

Vale do Anhangabaú - Localizado entre os viadutos do Chá e Santa Ifigênia, é um lugar de manifestações e shows populares e reúne o prédio da Prefeitura de São Paulo, o Theatro Municipal, a Escola de Dança de São Paulo, o Conservatório Dramático e Musical de São Paulo, e um campus universitário rodeado por grandes edifícios.

Solar da Marquesa de Santos - O último exemplar remanescente da arquitetura residencial urbana do século XVIII em São Paulo. No local estão utensílios domésticos, parte do mobiliário e a banheira de Maria Domitila de Castro e Mello, a Marquesa de Santos, que entrou para a história como amante de Dom Pedro I.

Praça da Sé e Catedral da Sé - É o marco zero da capital paulista. A Catedral da Sé, é um dos maiores templos neogóticos do mundo. Seus 111 metros de comprimento, 46 de largura e 92 de altura ocupam um quarteirão inteiro.

Largo São Francisco - Abriga marcos da história paulistana e é considerado o principal conjunto de arquitetura barroca de São Paulo. Lá estão instaladas a Faculdade de Direito da USP, a Igreja São Francisco de Assis, e o Convento São Francisco.

Estação Júlio Prestes – Inaugurada em 1938, no bairro da Luz. É uma aula de arquitetura neoclássica e ajuda a compreender um pouco a importância dos trilhos na construção do Estado de São Paulo. Atualmente, abriga a Sala São Paulo, casa de concertos da Orquestra Sinfônica do Estado.



Seleção de Livros! Clique e confira.
         

EDITORIAL

A HORA É AGORA

Este é o primeiro ano de trabalho para mais de cinco mil prefeitos eleitos em 2016. Um cenário com a marca de uma esperança desbotada pela corrupção que assola e envergonha o país e pelos desafios, que não são poucos, diante de uma população que paga muitos tributos sem quase nada receber em serviços.
        A jornada é longa. Nem todos chegarão até o final de um mandato de 1.460 dias. O quadro beira à desolação, porque há uma inversão de valores, e um descaso, principalmente com o contribuinte. O posto de prefeito, que em outros tempos constituía-se num cargo de prestígio, continua cobiçado, principalmente por aqueles que alimentam a intenção de enriquecer à custa do dinheiro público. A aura que o cargo outrora exercia já não tem o mesmo brilho, por causa do péssimo legado dos maus gestores que no exercício da política não conseguem servir e insistem em apenas de ser servidos, subvertendo o espírito da democracia.
        Apesar da Lei de Responsabilidade Fiscal, inspirada em exemplos bem sucedidos ao redor do mundo, como Estados Unidos, Dinamarca e Nova Zelândia, Muitas cidades brasileiras estão à deriva e à mercê da própria sorte, exatamente porque muitos cofres municipais foram entregues vazios. Nem mesmo as restrições orçamentárias foram suficientes para evitar gastar mais do que o arrecadado. Lei de Responsabilidade Fiscal aqui nessa terra não colou. Ela determina que os gestores entreguem contas saudáveis para seus sucessores, e o que aconteceu em muitos casos foi exatamente o contrário.
        Mas o que esperar dos municípios, se nem mesmo a administração federal consegue cumprir o que determina a legislação? As contas do governo federal, de acordo com Tesouro Nacional tiveram um déficit de R$ 38,4 bilhões em novembro, o pior resultado desde 1997. No mesmo mês do ano passado, o saldo negativo foi de R$ 21,2 bilhões, deixando claro que as três esferas da administração federal estão bem distantes do cumprimento da lei. A corrupção no Brasil é um mal que veio de cima e todo mundo se achou no direito de copiar.
        Passada a euforia da posse, a realidade bate à porta e exige que os novos administradores transformem as promessas dos palanques em compromissos a ser cumpridos, reduzindo a fila nos postos, a superlotação nos hospitais, a falta de material, a falta de profissionais e de ações preventivas na saúde. Compromissos com a educação, aumentando a oferta de salas de aula e valorizando os professores. É aflitiva a urgência em gerar resultados positivos. Metas praticamente inatingíveis precisam ser atingidas e só tem um jeito. É preciso que a bandalheira acabe e que os que pretendem virar o jogo e fazer acontecer não percam tempo. Comecem já.


LIVROS



Quatro Vidas de um cachorro
W. Bruce Cameron

Eu me considero uma apaixonada por cães tantoquatro-vidas-de-um-cachorro que tudo que se refere a eles, ganha um lugar especial na minha vida. Esse livro, “Quatro Vidas de um Cachorro”, estou lendo pela terceira vez, e como já conheço bem as quatro vidas dele, espero dessa vez conseguir ler sem chorar. É a história de um cãozinho que busca o sentido de sua existência, ou melhor, de suas várias existências. Primeiro foi um filhote de vira-lata, e começa sua experiência de vida como um cão de rua, sem dono, que tem que lutar por alimento, fugir dos perigos (inclusive dos humanos) ao lado da mãe e de dois irmãos. Mas essa sua primeira existência não é longa e logo ele se vê filhote novamente, com uma mãe diferente e muitos irmãos.
        Dessa vez ele é um golden retriever que recebe o nome de Bailey e acaba sendo criado na casa de um menino chamado Ethan. O cãozinho aprende muito nessa segunda vida, conseguindo nela seus maiores aprendizados: amor, companheirismo, proteção e fidelidade. Quando renasce novamente, descobre que é Ellie, uma fêmea que vai desempenhar um importante papel como cão de resgate salvando muitas vidas. Tudo isso fez Ellie pensar ter encontrado o sentido de sua vida, Bailey/Ellie imagina ter chegado ao fim de suas experiências nessa complicada vida de cão e mais uma vez se vê novamente filhote. Cresce e se torna um Amigão que vai juntar toda a experiência de suas quatro vidas para tentar enfim entender o que afinal está fazendo nesse mundo.
        Indico este livro pra todo mundo que gosta de cães. Pra quem não gosta indico também, porque é uma baita lição de vida, que recebemos de um personagem não humano. Eu ri, chorei, fiquei feliz e sofri com ele. Vou ver os detalhes no cinema.
        Quem tem cachorro, às vezes costuma imaginar o que ele poderia estar pensando em determinado momento. Acompanhar as descobertas do filhote e suas boas intenções quando faz o que os humanos interpretam como travessuras é muito divertido, principalmente quando de repente você descobre o ponto de vista dele, carregado de sentido e lógica que acaba tecendo uma história rica, linda e envolvente. Você vai ver seus cães nas aventuras dele. Vai perceber coisas, entender comportamentos, e identificar situações “humanas” tanto no protagonista da história, como nos que vivem com você, e refletir muito. Uma leitura indispensável para os humanos que compartilham a vida com um cãozinho.
        Confesso que depois que terminei de ler esse livro pela primeira vez, passei a ver os meus cachorros de outra maneira. Será que eles são capazes de amar tanto assim? A história mostra que são. Ela nos revela a verdadeira relação não tanto do homem para o cachorro, mas do cachorro para o homem. Uma relação pautada em fidelidade e amor. No final do livro, a missão do cachorro, é surpreendente. Me fez chorar e ir correndo abraçar os meus. Deus do céu! Como se os tivesse conhecendo agora.

Se você quizer saber quanto custa ou obter mais informações sobre este livro, clique aqui.


Seleção de Livros! Clique e confira.
         

.
Apesar de ter perdido, a disputa nas urnas por mais de dois milhões e oitocentos mil votos, amargando a maior derrota sofrida por um presidente eleito na história do país, o magnata

DONALD TRUMP

.
se tornou presidente dos Estados unidos, pelo partido republicano ao conseguir mais delegados no colégio eleitoral do que sua adversária a candidata democrata Hillary Clinton. Foi empossado para o cargo em 20 de janeiro e, aos 70 anos de idade, é a pessoa mais velha a assumir a presidência do país em todos os tempos.

DONALD TRUMP

Donald Trump nasceu e cresceu no bairro Jamaica, distrito de Queens um dos cinco distritos da cidade de Nova York. É o segundo dos cinco filhos de Frederick "Fred" Christ Trump e Mary Anne MacLeod. Se formou bacharel em economia pela Wharton School da Universidade da Pensilvânia em 1968 e três anos depois recebeu de Fred Trump, seu pai, o controle da empresa da família, a Construtora Elizabeth Trump & Son. Imediatamente trocou o nome da empresa para The Trump Organization, que construiu torres de escritório, hotéis, cassinos, campos de golfe e outras instalações, entre elas a Trump Tower de Nova Iorque, com 202 metros de altura e 58 andares, inaugurada em 1983, e conhecida pelo seu luxo exagerado. Durante meio século The Trump Organization espalhou a marca TRUMP no mundo todo.
        Donald Trump foi dono do concurso de beleza Miss USA entre 1996 e 2015 e fez breves aparições em filmes e séries de televisão. Criou, apresentou e coproduziu o programa The Apprentice,(o aprendiz) um reality show DONALD TRUMPtransmitido pela NBC entre 2004 e 2015, onde candidatos esperançosos disputavam uma vaga de executivo numa das empresas dele. Em 2016, a revista Forbes o listou como a 324.ª pessoa mais rica do mundo e a 113.ª mais rica dos Estados Unidos, com um patrimônio líquido de 4,5 bilhões de dólares.
        Alguns anos depois The Trump Organization expandiu seus interesses para a indústria aérea comprando a Eastern Shuttle routes e o ramo de casinos em Atlantic City, incluindo o cassino Taj Mahal da família Crosby. Essa expansão, tanto pessoal quanto nos negócios, levou o milionário ao endividamento e muitas das notícias sobre ele na década de 90 envolviam seus problemas financeiros, que tiveram como uma das consequências seu divórcio da a primeira esposa, Ivana Trump.
        No final dos anos 90 conseguiu se recuperar financeiramente e junto com a situação financeira, recuperar a fama. Em 2001 completou começou a construir o Trump Palace, um edifício moderno ao longo do rio Hudson. É um autêntico magnata dos negócios americanos, fundador da Trump Entertainment Resorts, que opera vários cassinos e hotéis pelo mundo e foram exatamente seu modo extravagante de vida e a maneira de agir, sem rodeios, que fizeram dele uma celebridade.
        A campanha de Trump recebeu cobertura midiática e atenção internacional sem precedentes. Muitas de suas declarações em entrevistas de campanha, no Twitter e outras redes sociais foram controversas e várias manifestações durante as primárias republicanas foram acompanhadas por protestos.
        Durante toda a campanha usou sistematicamente discursos de cunho populista e anti-imigração, bem no estilo “a América para os americanos”, conquistando apoio entre a ala ultraconservadora do seu partido, sem se incomodar com a condenação de outros políticos, do eleitor americano e da mídia. Sabia que se ganhasse os delegados do colégio eleitoral estava eleito, não importa o que pensassem dele, e focou só nisso. Centrou o discurso na condenação do atual modelo econômico e social do país, Gritou para o povo americano que a classe política já não trabalhava mais pelo interesse do povo. Prometeu rever acordos comerciais, prometeu também impor barreiras tarifárias para reduzir a importação de “bugingangas” da China, se referindo dessa forma ao produto chinês várias vezes na campanha. Prometeu também “reforçar” as leis de imigração,e construir um muro na fronteira entre os Estados Unidos e o México para impedir o acesso “ilegal” de imigrantes.
        No dia 25 de janeiro, cinco dias depois da posse, Trump assinou o documento dirigido ao o secretário de segurança interna para que “"De acordo com a lei existente, tomem todas as medidas apropriadas para planejar, projetar e construir imediatamente um muro físico usando materiais e tecnologia apropriados para efetivamente alcançar o controle operacional total da fronteira sul."
        Trump prometeu ainda promover uma reforma nos programas de assistência a veteranos de guerra, e substituir ou acabar com o Patient Protection and Affordable Care Act (PPACA ou Lei de Proteção e Cuidado ao Paciente), popularmente chamado de Affordable Care Act (ACA) e apilidado pelo povo americano de "Obamacare", uma lei federal assinada pelo presidente Barack Obama em 2010 que se tornou o maior projeto de mudança no sistema de saúde americano desde o programa Medicare de 1965.
        Em plena campanha, após a série de atentados terroristas da noite de 13 de novembro em Paris , com fuzilamentos em massa, explosões e uso de reféns, quando mais de 180 pessoas morreram inclusive os 7 terroristas, o candidato Trump propôs “impedir a entrada de mulçumanos no país” e em resposta ao clamor da mídia, voltou atrás, afirmando que a medida só valeria para países com histórico de terrorismo.
        O candidato Trump, durante sua tumultuada campanha, descreveu suas posições políticas de várias formas, ao longo do tempo: "Eu evoluí em muitas questões, há algumas questões que são muito iguais, eu tenho sido constante em muitas questões. Eu evoluí em certos assuntos".
        O site PolitiFact.com escreveu que é difícil de determinar a postura de Trump sobre várias questões, dadas as suas frequentes mudanças de posição e "a sua propensão para usar linguagem confusa, vaga e até contraditória" O PolitiFact.com contou pelo menos 17 vezes em que Trump disse algo e depois negou ter dito. Trump se descreve como "pró-vida" e se opõe ao aborto, salvo as exceções de estupro, incesto e em circunstâncias que ponham em perigo a saúde da mãe. Se distanciou de seus rivais republicanos a respeito dos temas LGBT e durante a pré-candidatura, afirmou que "pessoas transgêneras deveriam usar o banheiro que achassem apropriado” Poucos dias antes da eleição, ele disse que considera a questão do casamento gay fechada. "Isso já não é atualidade, porque já foi decidido. É lei... acabou".
        Ele se opõe ao desarmamento em geral. Defende que registros de saúde mental e de antecedentes penais devam ser considerados no sistema de verificação de antecedentes, responsável por emitir licenças para o porte de armas de fogo. Apoia a pena de morte, se opõe à legalização da maconha para fins recreativos, mas defende a legalização para fins medicinais e vive acusando o México de enviar "drogas" e "estupradores" para os EUA. O Governo do México acusou oficialmente Trump, de preconceituoso e xenófobo.
        Ele no entanto, se denomina um não intervencionista nacionalista, adepto de uma política "America First",(A América Primeiro) que segundo ele não tem relação com nenhuma extinta política isolacionista americana. Ainda assim, pelo sim pelo não, defende aumento nos gastos militares.
        Segundo ele, os Estados Unidos deveriam "olhar para dentro", visando a "construção da nação" e reorientando os seus recursos para as necessidades domésticas.Trump acha possível derrotar os terroristas impedindo o acesso deles ao petróleo e ao sistema financeiro. "Você tem que derrubar o petróleo. Você tem que tomar o petróleo". Vive declarando abertamente que quando o assunto é terrorismo, combate ao terrorismo, para ele vale tudo. Tudo mesmo. Bombardeio, massacre, extermínio, tortura e tudo de que se possa loançar mão para destruí-los inclusive técnicas "piores que o "afogamento simulado". Durante a campanha,o republicano mudou diversas vezes de opinião a respeito da guerra do Afeganistão. Algumas vezes ele classificou a guerra como "um erro", em outras, como "necessária" É o primeiro Presidente dos Estados Unidos sem experiência de governo ou vivência no setor militar e o primeiro sem experiência política desde Eisenhower.
        No discurso da vitória diante de centenas de partidários no Hotel Hilton, ele prometeu curar a divisão nacional causada pela eleição, agradeceu Hillary Clinton por seu serviço ao país e prometeu ser um presidente para todos os norte-americanos. No dia seguinte, teve uma primeira reunião com o Presidente Barack Obama para discutir os planos da transição. Uma reunião que o New York Times classificou como “uma extraordinária mostra de cordialidade e respeito entre dois inimigos políticos de estilos opostos".
        Após a vitória começaram a acontecer protestos por todo o país, em parte devido a algumas políticas controversas e comentários inflamados feitos durante a campanha. Trump afirmou no Twitter que os manifestantes foram "incitados pela mídia", e mais tarde ponderou em suas declarqações que as manifestações demonstravam a paixão das pessoas pelo país e que ele gostava disso.
        Em 7 de dezembro, a revista Time nomeou Trump como sua "Pessoa do Ano". Em entrevista ao The Today Show, ele disse que se sentia honrado pela indicação, mas criticou a revista por se referir a ele como o "Presidente dos Estados Divididos da América".
        Donald Trump casou-se pela primeira vez em 1977, com a modelo checa Ivana Zelníčková, com quem teve três filhos: Donald Trump Jr. Ivanka Trump e Eric Trump. O divorcio acontecido em 1992 custou a Trump 25 milhões de dólares. Casou-se pela segunda vez em 1993, com a modelo Marla Maples, com quem teve Tiffany Trump e se divorciou em1999. Seu terceiro casamento em 2005, na Flórida, com a modelo eslovena Melania Knauss, é considerado um dos dez casamentos mais caros de todos os tempos. Custou 12 milhões de reais - só o vestido da noiva, desenhado por Christian Dior, custou 343 mil reais.
        O empresário é dono do bordão "You're fired" ("Você está demitido"), utilizado para dizer quem seria o eliminado da vez no seu reality show The Apprentice. Também escreveu livros com a intenção de ensinar às pessoas comuns a arte de fazer dinheiro: "A arte da negociação"; "Como ficar rico"; e "Como chegar lá".
        Além disso, Donald Trump é dono também das concessões dos concursos de beleza Miss EUA e Miss Teen EUA e foi dono do concurso Miss Universo, do qual teve que abrir mão por causa das repercussões do muro. É cristão presbiteriano e atual presidente dos Estados Unidos da América.

       
COMER BEM

ARROZ DE VERÃO!

Sandra Oliveira

O Verão brasileiro é um dos mais quentes do planeta. Todo mundo corre pra curtir um bronze na praia, e tudo começa a ficar meio complicado pra quem quer manter o peso, usar biquíni e ter uma vida saudável, tudo ao mesmo tempo agora.
        O segredo para o sucesso nesses objetivos está na mesa.
        Receber amigos para um almoço no calor do verão exige propostas arejadas. Ofereça um cardápio saudável com as saladas no posto de prato principal. Conjugue saladas com ingredientes frescos e de fácil preparo e uma decoração alegre.
        A estação é dos morangos, então abuse deles para decorar uma mesa bem festiva com essa fruta tão bonita e gostosa!
        A ideia é simples, usando apenas as frutinhas e flores brancas! É perfeito pra enfeitar a mesa num almoço ao ar livre. Esqueça um pouco os cozinhamentos!
        Parta pra grelhados e complete com frutas. Para ficar o menos tempo possível na beira do fogão.
        Para facilitar a vida, vai aí uma receitinha rápida de um arrozinho muito gostoso, principalmente para quando você chega meia noite da faculdade e não quer fazer lanche. Quer jantar. Pode ser a solução também se você está meio atrasado e precisa “agir rápido”. Não sei se você me entende mas pode abusar desse:

ARROZ DE VERÃO

Ingredientes

.
1 copo de arroz
1 lata de seleta de legumes
100 g de queijo mussarela.
100 g de presunto
1 colher se café de tempero pronto.

Modo de Fazer

.
Corte em cubinhos o queijo e o presunto e reserve. Coloque num pirex o arroz com o tempero e dois copos d’água tempere com sal a gosto e leve ao micro-ondas em potência alta por 9 minutos. Retire, adicione a lata de seleta de legumes escorrida , o queijo e o presunto em cubinhos, mexa bem e coloque de novo no micro-ondas por mais 3 minutos em potência alta. Acompanhe com um filezinho de peito de frango ou algo assim.

Seleção de Livros! Clique e confira.
         

As 11 melhores frases de
BILL GATES

Marília Milena

O americano Bill Gates, 61 anos, graças principalmente ao avanço das tecnologias de informação, voltou a ser mais uma vez o homem mais rico do mundo e segundo a revista Forbes pode se tornar em 2042, aos 85 anos, o primeiro trilionário da história da humanidade se a sua fortuna continuar crescendo no ritmo em que está crescendo hoje.
        Gates é dono de um patrimônio de 85,2 bilhões de dólares (268,6 bilhões de reais), número que seria muito maior se ele não tivesse feito grandes doações em BILL GATESdinheiro para ações sociais e humanitárias em todo o mundo ao longo das últimas duas décadas, alem de destinar grandes somas para as atividades da Bill & Melinda Gates Foundation, entidade que criou com sua esposa Melinda Gates para promover a pesquisa sobre a AIDS e outras doenças que atingem, regiões pobres do planeta e também pesquisar novos tipos de energias sustentáveis e limpas para tentar melhorar a saúde no mundo.
        Há 40 anos Bill Gates criou com Paul Allen a Microsoft, empresa que se tornou uma gigante no mercado de tecnologia dando origem a toda a sua fortuna.
        Selecionamos pra você 11 frases do milionário americano, que nos fazem vislumbrar seu estilo de gestão, suas crenças e sua visão política. Confira:


1. Sobre o sucesso.

“O sucesso é um professor traiçoeiro. Ele seduz pessoas inteligentes e as faz pensar que não podem perder tudo”.

2. Sobre Steve Jobs, da Apple.

“Steve e eu somos muito diferentes em aspectos de gestão e sobre como encarar a vida. Mas temos também muitas coisas em comum: somos bons em recrutar pessoas e hiperativos. Além disso, trabalhamos à exaustão, o que é uma característica essencial a qualquer empreendedor. Raramente vemos alguém impactar o mundo como fez o Steve. É uma honra muito grande trabalhar ao lado dele. Sentirei sua falta imensamente”.

3. Sobre sua vida simplista.

“Jogar bridge é bastante antigo, mas eu gosto. E longe de computador. Também lavo a louça todo dia. Outras pessoas até se oferecem para fazer isso por mim, mas eu desenvolvi um jeito pessoal de lavar louça e sempre estou tentando aperfeiçoá-lo de alguma maneira. Isso me leva a gostar do jeito que eu lavo louça".

4. Inteligência.

“Inteligência é a capacidade de absorver informação em tempo real. De fazer perguntas que façam sentido. É traçar pontes entre assuntos que não parecem estar relacionados e inovar ao fazer essas conexões”.

5. O papel do dinheiro.

“Eu estou certamente bem em relação à comida, roupas e tudo que preciso para viver. O dinheiro não tem utilidade para mim além dessas necessidades. Meu objetivo com o dinheiro é ter uma empresa forte e capaz de ajudar os que precisam dele”.

6. Sobre o governo

“Devemos ser realistas e entender que um governo, sem métricas e sem a constante atenção de pessoas altamente qualificadas, acabará não conseguindo fazer bem, o que deve ser feito".

7. Desenvolvimento x capital de risco

“Ações sociais e humanitárias são vistas por alguns indivíduos como algo ineficaz, porque você gasta dinheiro com as pessoas e elas nem sempre se desenvolvem. Mas os fundos de investimento de capital de risco funcionam exatamente da mesma forma. Seu porcentual de acerto é patético. É menor que o da Fundação Bill e Melinda Gates. BILL GATES E MELINDA GATESÀs vezes os investimentos deles podem ser o primeiro passo para a criação de um Google, por exemplo. Mas nós criamos muito mais ‘pessoas Google’ do que eles".

8. Sobre os clientes insatisfeitos.

“Seus clientes mais insatisfeitos são sua maior fonte de aprendizado”.

9. A importância da inovação.

“O estilo de vida que temos não é uma criação política. Há 300 anos, o mundo era muito pobre. A vida era curta e de pouca qualidade. Isso não acontecia porque os políticos eram ruins. Na verdade, havia bons políticos. O que não havia era inovação. Aí começamos a inovar com a eletricidade, a máquina a vapor, microprocessadores, os estudos de genética e avanços da medicina. Política, estabilidade e educação são importantes, claro. Mas o que é realmente essencial para progredirmos é a inovação”.

10. Sinceridade com os funcionários.

“Se eu considero algo um desperdício de tempo, ou simplesmente ruim, eu não espero muito para expressar meu desagrado. É tudo no tempo real. É por isso que em reuniões é muito comum me ouvirem dizer: esta é a ideia mais imbecil que eu já ouvi".

11. A lição dos erros.

“Celebrar o sucesso é ótimo. Porém, mais importante ainda é assimilar as lições trazidas pelos erros que cometemos”.

        Gotou de tudo que acabou de ler sobre Bill Gates? Impressionante. Não é? Até mês que vem, dia primeiro sem falta. Tenha o melhor mês de fevereiro que você conseguir ter e use de todos os meios para fazer deste ano o melhor da sua vida. Deseje o mesmo pra mim.

       

HOROSCOPO
“Worldwide Horoscopes”           fevereiro- 2017

.
FEVEREIRO
Neste mês de fevereiro de 2017 o universo trabalha para expandir as nossas consciências e reduzir ou eliminar algumas sombras do passado. Um trabalho praticamente pessoal, indivíduo por indivíduo, sacudindo a lanterna sobre o que se esconde no escuro da dispensa de nossas consciências. O Sol apoia este trabalho e tenta nosdistanciar das considerações pessoais mostrando com mais clareza os interesses coletivos. O momento é ótimo para procurar descobrir com quais fortalezas e debilidades contamos e pensar estratégias para superar os obstáculos que se apresentarem. Vênus em Áries contorna desacordos e aplaina diferenças. Tome cuidado com os impulsos e não deixe que as palavras sejam mais rápidas do que o pensamento. Saúde excelente para quem é dos signos de Fogo (Áries, Leão e Sagitário). Os de Terra (Touro, Virgem e Capricórnio) ganham dinheiro com muita facilidade, mas a tendência é gastar também muito rapidamente. Escorpião vai ter que lutar contra a tendência de não se privar de nada e de esbanjar em festas com familiares e amigos. Os nativos de signos de Água (Câncer, Escorpião e Peixes) desconfiem de situações que podem parecer perfeitas. A perfeição não existe.

AQUARIO - 21/01 a 19/02
aquário Destaque para alguns projetos particularmente especiais para você indicam circunstâncias favoráveis e você conseguirá atingir algumas metas. Urano, seu planeta regente, reforçado por Marte em conjunção lhe dá mais energia para enfrentar situações radicais. Fevereiro é para o aquariano um mês basicamente feliz e bem- sucedido, mesmo assim é aconselhável dar uma pisada no freio e relaxar mais. Se puder, fique em casa mais tempo, leia, medite e se atualize. Haverá uma notável mudança na sua imagem, na maneira de se vestir e de você se definir. Dessa vez ou você vai para um lado ou para o outro e tudo pode acontecer, inclusive casamentos e divórcios. Finanças bem-sucedidas. O dinheiro será ganho com prazer e facilidade. A ambição cega não será bem-vinda neste momento. Na verdade, a mensagem para o mês é que você não tem necessidade de “ambições cegas”. Já tem muitas oportunidades acontecendo na sua caminhada.

PEIXES - 20/02 a 20/03
peixes O Cosmo dará a você liberdade, agitando sua vida social e fazendo com que você veja a vida com outros olhos. A semiquadratura do Sol com seu signo o ajuda a mudar de perspectiva sobre as situações atuais que pedem clareza. Faça um esforço para controlar suas emoções.Fevereiro é para o nativo de peixes um dos melhores meses do ano. Você estará entrando num período de ajustamento emocional e sucesso na carreira. Uma situação em que precisará pouco dos outros e vai poder fazer as coisas à sua maneira. As finanças ficarão melhores a cada dia trazendo uma sensação de segurança financeira e falta de preocupação. Aproveite e colabore.

ARIES - 21/03 a 20/04
aries Fevereiro ajuda você a ganhar tempo e recuperar atrasos. O trânsito de Mercúrio em sextil com seu signo estimula sua ousadia e sua criatividade. Vênus seu planeta do dinheiro e Marte, seu planeta regente, em sua Constelação vão fazer você se sentir capaz de derrubar montanhas, superar qualquer obstáculo e você terá dificuldade para conter seus ardores e seus pensamentos. Júpiter em oposição ao seu signo e em sextil com Saturno ampliam o seu circulo de relacionamentos. Você adota uma nova forma de ver a vida e encontrar nela muito mais perspectivas. O mês está cheio de acontecimentos de sucesso. Está acontecendo uma mudança que transporta você para um estágio novo e melhor de vida agora.

TOURO - 21/04 a 20/05
touro Mês agitado e desestabilizador. Você terá a impressão de que as pessoas próximas o obrigam a aderir a ideias diferentes, mesmo que não seja esse o caso. Você deve relaxar em relação a alguns projetos. Reflita sobre sua vida amorosa, para tirar ensinamentos do passado e decidir sobre o que você deseja no futuro. Júpiter, o planeta regente da sua oitava Casa do Dinheiro dá um belo empurrão nos seus sonhos de carreira. Será muito provável uma promoção ou coisa assim. O seu prestígio aumentará e sua responsabilidade também. Permaneça calmo e centrado, o resultado final será bom para você. Evite a pressa, a impaciência e o mau humor.

GÊMEOS - 21/05 a 20/06
gêmeos Vênus em Áries em sextil com seu signo favorece sua vida sentimental. Um vento passional sopra e permite que você acabe radicalmente com as sombras do passado, especialmente com os sentimentos negativos em relação ao seu valor e aos seus talentos. sorte para sua vida social Um mês basicamente feliz e bem-sucedido. As coisas acontecerão facilmente, com pouco esforço. A vida amorosa sofrerá uma mudança importante para melhor este mês, com Júpiter, o seu Planeta do Amor, saindo de Peixes e entrando em Áries.

CÂNCER - 21/06 a 21/07
câncer Fevereiro é um mês para você se concentrar na carreira e no mundo exterior. Todos os tipos de oportunidade de carreira estarão sendo oferecidos agora, e você deverá aproveitá-los. Uma posição mais elevada e mais segura o levará a expandir ou renovar a casa. O mais importante é você continuar sendo você mesmo enquanto faz novas descobertas. Os novos laços que você conseguir tecer agora serão muito benéficos para seu futuro. Adapte-se às situações, em vez de tentar mudá-las. O tempo para as mudanças virá, mas não é agora.

LEÃO - 22/07 a 22/08
Leão O trânsito do Sol em oposição ao seu signo destaca a importância do parceiro, no plano afetivo e profissional. Comece uma atividade esportiva. Este será o melhor meio de regular as tensões acumuladas em sua vida social. Você ganha estabilidade, especialmente no plano financeiro. A ênfase do mês é na carreira e nos assuntos sociais. O amor e o romance serão o interesse dominante. Coloque os interesses dos outros na frente dos seus, e a prosperidade virá a você de maneira natural. Os bens financeiros virão através da sua habilidade de fazer outros prosperarem.

VIRGEM - 23/08 a 22/09
virgem Reúna esforços em seus relacionamentos e nos projetos ligados a eles. Há um clima de mudanças em sua vida cotidiana. Você entra num ciclo, mais rico no plano dos relacionamentos. Um período socialmente mais ativo. Desenvolva e pratique habilidades sociais para equilibrar o lar e a vida familiar com a carreira. Este mês o caminho do sucesso será o equilíbrio. É um mês para se concentrar no trabalho, na saúde e no amor. Você sempre foi um bom comprador, mas neste mês irá se superar, valorizando cada centavo. A harmonia com os amigos, e com o cônjuge será de grande importância para a saúde.

LIBRA - 23/09 a 22/10
libra O Sol em trígono com seu signo anuncia situações que favorecem claramente novos encontros. Você atrai simpatias e suas trocas se anunciam mais fluidas e francas do que no mês passado. Vênus, seu planeta regente, em Áries cria uma oposição com seu setor, de mudanças radicais em sua vida sentimental. O mês será ótimo, talvez o melhor do ano se você não tomar decisões sem pensar. Crie uma base estável de conforto no lar. A carreira e as realizações exteriores virão mais tarde. O dinheiro virá através de compra e venda, e boas ligações sociais. Os que procuram trabalho encontrarão com facilidade neste período.

ESCORPIÃO - 23/10 a 21/11
escorpoão Grandes questões fundamentais atordoam sua mente. tendência a desenterrar ideias ligadas ao seu futuro e procurar antecipar que vai acontecer. Cuidado com as relações de poder! Você sempre se interessou pela vida interior, mas estará mais interessado agora. Este mês será de progresso e realizações. Seu temperamento será uma força devastadora. Evite ofender pessoas sem necessidade. A saúde e a vitalidade melhoram extraordinariamente. As finanças estarão favoráveis. Cuidado com os gastos excessivos.

SAGITÁRIO - 22/11 a 21/12
sagitário Há grandes discussões em perspectiva, e você pode não agradar a todos porque suas ideias podem amedrontar as pessoas próximas. Os novos encontros trazem um perfume de paixão, de evasão e de novo começo. Tente manter os pés no chão e equilibrar os interesses pessoais com os dos outros. A educação, as vendas, o marketing, comprar e vender — tudo isso será importante e bem-sucedido este mês. A saúde estará boa, mesmo assim repouse e relaxe mais.

CAPRICÓRNIO - 22/12 a 20/01
capricórnio Avanços em seus projetos. O Sol em semiquadratura com seu setor favorece sua reflexão ajudando a virar uma página do passado. Saturno, também em semiquadratura com seu signo e em aspecto com Júpiter, cria as condições ideais para o início de um projeto comercial de grande envergadura ou para mudar as coisas profissionalmente. Tente ficar mais em casa, encontrar seu conforto emocional, cuidar das relações familiares e construir as fundações para o sucesso na carreira. Este será um mês mais de progresso psicológico do que de realizações. Saúde excelente e melhorando.


TUDO COM DESCONTO

Seleção de Livros! Clique e confira.
       

OS EFEITOS DA INFLAÇÃO


contando dinheiro




Como foi visto na matéria publicada em janeiro sobre a inflação, cada índice aponta uma inflação “diferente”. Isso acontece porque a alta de preços não atinge todo mundo da mesma forma.
        Assim, os diferentes índices usam, no cálculo, faixas de renda diferentes, regiões diferentes, itens diferentes e até períodos diferentes. Isso contribuiu para tornar mais segura a medição, já que há fontes diferentes efetuando o mesmo cálculo de diferentes maneiras.
        A inflação deve ser combatida porque gera vários efeitos negativos, em particular quando atinge patamares muito elevados.
        Quando os preços sobem o poder de compra cai. Isso é muito fácil de entender. Se você tem mil reais no bolso e o celular que você quer custa mil reais, você tem poder de compra para adquirir aquele celular. Mas se o preço dele sobe para mil e duzentos. Você perdeu seu poder de compra. Não vai mais poder comprar aquele bem. Numa situação de inflação alta, você fica impossibilitado até de fazer planos, porque não sabe como será a sua renda no futuro.
        O efeito mais cruel da inflação é quando ela fica acima do aumento dos salários, porque gera perda de poder de compra da população assalariada.
        A inflação também dificulta o cálculo econômico e cria ineficiência na gestão pública, pois cria um ambiente de incerteza que prejudica a tomada de decisão. Também afeta o comércio e a economia como um todo, porque é mais um item que o empresário tem que levar em consideração. Ele tende a ficar mais cauteloso, perdendo às vezes oportunidades de crescimento, por ver na inflação um fator de risco a mais. Ele sabe que com a inflação, seu custo está subindo e seu produto pode perder mercado.
        A inflação distorce preços relativos, reduz investimentos, atrapalha o planejamento financeiro da família, principalmente o de longo prazo e distorce a distribuição da renda. Tudo isso atrapalha o crescimento do país com seus efeitos nocivos devastadores. O mais devastador desses efeitos nocivos é que a inflação é o “imposto dos pobres”. Com já vimos antes, o pobre, sem acesso aos recursos do mercado financeiro e sem meios para se proteger dos efeitos da inflação, fica mais pobre.

CAUSAS DA INFLAÇÃO

        "A inflação pode ter uma causa monetária (impressão de dinheiro pelo governo acima do PIB apurado. Na economia, é necessário que a balança da produção de bens de um país e a quantidade de dinheiro em circulação fique sempre equilibrada. Uma economia saudável cresce porque o volume de mercadorias fabricadas e a quantidade de dinheiro aumentam juntos.). Pode também ter causas psicológicas (agentes ajustam o preço porque acham que outro também vai ajustar) e pode ter uma causa real (um desajuste entre a oferta e a demanda por bens e serviços)."
        A inflação também pode acontecer em consequência do descontrole político. Quando a política dedica todo o tempo para disputas de poder, como muitas verzes acontece, não sobra tempo para cuidar de coisa alguma. O país fica a deriva, sem comando. As reformas necessárias não são realizadas. A especulação começa a dominar os mercados e o caos se implanta.
        Um grande fator de inflação é o gasto público. Quando o governo gasta mais do que arrecada, está criando uma situação de inflação porque está se endividando alem do seu poder de liquidar suas dívidas. Esta situação cedo ou tarde vai se desdobrar sobre o setor privado, porque afinal de contas o governo não produz nada. Quem produz é o setor privado que de repente vai parar de receber do governo que se super-endividou. Sem receber o setor privado vai ter que parar de produzir, dispensar pessoal, se desestruturar. O PIB cai e a inflação se instala.

COMO O GOVERNO CONTROLA A INFLAÇÃO

        Para um controle efetivo da inflação o governo usa vários mecanismos e ferramentas, a taxa de juros é uma delas, mas não é a única. No longo prazo, o melhor remédio para inflação é a expansão da capacidade produtiva, que aumenta a oferta e reduz os preços dos produtos.
        Manobrando com a taxa de juros o governo consegue mexer no consumo e controlar a demanda. Este é o instrumento mais usado porque o seu efeito é praticamente imediato. Se o mercado começa a subir os preços, o Banco Central aumenta os juros para o credito ficar mais caro. A procura diminui e fica mais difícil aumentar os preços. Por isso é importante que o Banco central seja independente e não um departamento do próprio governo. É muito comum que os políticos pressionem o Banco Central para afrouxar a luta contra a inflação de modo a buscar, mesmo temporariamente e de forma artificial, crescimento mais alto ou desemprego mais baixo que favoreçam seus interesses eleitoreiros.
        Outro mecanismo usado pelo governo é o controle do gasto público, impedindo que União, estados e municípios gastem mais do que arrecadam. Um Banco Central independente, capaz de resistir a pressões políticas, minimiza o risco deste processo.

META DE INFLAÇÃO

        Meta de Inflação é um objetivo numérico fixado pelo governo para diminuir e manter ainflação em níveis baixos num prazo determinado, com o compromisso explícito do Banco Central de buscar o seu cumprimento usando de todos os instrumentos possíveis para alcançar este objetivo.
        A meta de inflação desempenha basicamente duas funções: serve como elemento de coordenação de expectativas dos agentes econômicos, principalmente aqueles que operam no mercado financeiro, e funciona como mecanismo de transparência para a condução da política monetária, auxiliando na redução das incertezas. Conhecendo a meta, os investidores podem prever mais facilmente a taxa de juros para seus investimentos, o que gera uma maior tranquilidade na esfera econômica.
        A inflação quando gerada pela ineficiência ou incompetência do setor produtivo pode levar o pais a recessão. Uma fase de contração e retração geral na atividade econômica com queda no nível da produção (queda do PIB), aumento do desemprego, redução da renda familiar e da margem de lucro das empresas, aumento do número de falências e concordatas, aumento da capacidade ociosa na industria e queda do nível de investimento . Mas isso não é tudo. Quando o país chega a esse ponto, tem tudo para mergulhar numa hiperinflação. Uma inflação em níveis exacerbados e fora de controle, onde os preços de tudo disparam e a moeda se desvaloriza a cada dia.
        Os casos clássicos conhecidos são a crise econômica alemã de 1923 e a inflação brasileira pouco antes da vigência do Plano Color.
        Na década de 80, considerada por muitos especialistas “a década perdida”, O Brasil mergulhou numa das maiores hiperinflações da história da humanidade, amargando a pior taxa de desemprego de todos os tempos, que inviabilizou sonhos e esperanças de gerações inteiras, arrasou a classe média e anulou a idoneidade econômico-financeira do país no cenário internacional.




        

Matéria de janeiro:   A Vida é Feita de Atitudes

ADRIANA GROSSE

Em busca da
F E L I C I D A D E

.


Psicóloga Adriana Grosse

Vivemos em busca da felicidade diariamente. E o que seria felicidade? A felicidade é um estado durável de plenitude, satisfação e equilíbrio físico e psíquico, em que o sofrimento e a inquietude são transformados em emoções ou sentimentos que vão desde o contentamento até a alegria intensa ou júbilo. A felicidade tem, ainda, o significado de bem-estar espiritual ou paz interior (Wikipédia)
        A felicidade sempre foi um tema abordado por filósofos, pela psicologia e pelas religiões. É formada por diversas emoções e sentimentos, que pode ser um motivo específico, como um sonho realizado, um desejo atendido, uma aquisição material, coisas simples do dia a dia, ver o mar, encontrar um amigo, viajar etc.
        Portanto, a felicidade é algo subjetivo e pode ser diferente para cada ser humano, pois, o que pode ser fonte de felicidade para um, pode não ser para o outro. No geral, o ser humano também se sente feliz quando alcança os seus objetivos e quando consegue superar os desafios da vida cotidiana. E quando isso não acontece, nutre um sentimento de frustração que resulta na perda da felicidade.
        A felicidade é um estado passageiro, não existe felicidade permanente, existem momentos de felicidade. Mas a felicidade também pode estar escondida na capacidade de uma pessoa de solucionar, contornar ou suportar e resolver determinada situação. Isto porque, se eu sou uma pessoa resiliente (capacidade de voltar ao seu estado natural, principalmente após alguma situação crítica e fora do comum), saberei lidar melhor com os momentos de adversidade.
        Engana-se quem acha que a felicidade é gratuita. Ela é conquistada! A nível comportamental, posso não conquistá-la, através do meu comportamento inadequado. Se o meu perfil é de vitima, significa que eu estou renunciando a felicidade em troca das pessoas terem pena de mim. O que resultará numa vida de insatisfações e frustrações. Posso também ter o perfil de querer agradar todo mundo e renuncio minhas vontades para ser aceito. Viverei uma vida falsa, sem o sentimento de realizações internas, satisfações e felicidade, pois, estarei voltado em ser aceito e na realização do outro.
        Posso ter medo de arriscar, de me superar, e com isso ficarei retido na zona de conforto, olhando a felicidade e as conquistas do outro e desperdiçando a minha, talvez por acreditar que as pessoas tenham mais sorte do que eu, enquanto que a verdade é que muitas pessoas felizes, lutaram por essa felicidade, muitas vezes renunciando ao sonho de um carro do ano por exemplo, às vezes vencendo o desafio de falar em público se isso for importante para conseguir ser promovido, ou renunciando a horas de lazer para se preparar e passar no vestibular, ou ainda renunciado a uma alimentação desregrada para conseguir um corpo bonito e saudável, ou o simples fato de olhar a vida com gratidão. Sim, a gratidão nos leva a um estado de felicidade. E se você acordasse hoje, só com o que agradeceu ontem?
        Pare de se culpar, culpa gera frustração e a felicidade reside em corações sem culpas, que sabem que o passado já passou e não tem como mudar, mas que temos uma vida inteira para fazer diferente.
        Dalai Lama, quando perguntado sobre qual seria a fórmula da felicidade respondeu: Dedicação, esforço e tempo.
        No que tem dedicado seu tempo?
        Em reclamar ou em realizar seus sonhos?
      Faça uma lista do que você deseja realizar nessa vida e comece a colocar em prática. Você verá que logo a felicidade vai te visitar. Só temos uma vida e ela passa muito rápido, portanto, Carpe diem (viva o hoje) e corra atrás da sua felicidade porque ninguém fará isso por você.


Psicóloga & Coaching Adriana Grosse
CRP 08/18360

       

DEPRESSÃO EM IDOSOS



DEPRESSÃO NO IDOSO

Desânimo, dor no corpo, cansaço, alterações gastrintestinais, insônia, apatia, impaciência. Para muitos, esses sintomas estariam longe de ser depressão. Mas, segundo os especialistas, é desta forma que a doença se manifesta na terceira idade. Aquele sentimento de tristeza — típico nos mais jovens atingidos pelo mal da depressão — não está presente na maioria das vezes. É por isso que a depressão, embora seja uma doença frequente em pessoas acima de 60 anos, é difícil de ser reconhecida.
        Hoje viver acima dos 80 anos de idade tornou uma experiência vivida por milhões de pessoas em todo mundo. Esse aumento da longevidade é consequência de diversos fatores, como a melhoria das condições sanitárias, maior acesso a bens e serviços, avanços da ciência e diversos outros fatores. .
        Juntamente com o aumento da população idosa, aumenta também a necessidade de um olhar mais atento as doenças como a depressão, para se conseguir devolver ao paciente a disposição de antes.
        Só para se ter uma idéia, pelo menos 15% dos idosos brasileiros sofrem do problema. Entre os idosos que vivem em asilos, a a incidência da depressão chega a 50%”, diz o psiquiatra Sergio Tamai, diretor do Departamento de Saúde Mental da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Isso mostra que algumas situações vividas nesta fase da vida, como a solidão, têm um grande peso no aparecimento da doença, assim como os fatores biológicos, desequilíbrio nos níveis de serotonina e noradrenalina causado por outras doenças e herança genética.
        Do ponto de vista psicológico e social, o idoso está numa fase de perdas continuadas, que inclui a morte do cônjuge , morte de amigos, redução do suporte sócio-familiar, a perda de status, o declínio físico perceptível e permanente e a maior frequência de doenças físicas e mentais. Tudo isso é suficiente para um expressivo rebaixamento do humor.
        A diferença entre um idoso e outro é que uns conseguem encarar estas transformações com mais naturalidade. Quanto maior a capacidade do idoso se adaptar a estas mudanças, menor a chance de ficar deprimido. Na terceira idade é mais frequente o aparecimento de fenômenos degenerativos e doenças físicas capazes de produzir sintomas depressivos, mas a depressão não é algo inerente ao envelhecimento. O idoso não precisa ser necessariamente triste e nem estar necessariamente deprimido.
        Quando alguém fica desanimado por algumas semanas é preciso descobrir algo novo que desperte seu interesse ou em casos mais sintomáticos, levá-lo a um psicólogo que avaliará a necessidade de encaminhá-lo ou não a um psiquiatra.
        Procurar ajuda especializada em muitos casos é uma iniciativa necessária que evita o agravamento de um quadro depressivo possibilitando um final feliz.
        Tratar da velhice é estabelecer diferenças entre o passado e o presente, apontando novas direções que fazem de cada estágio de envelhecimento uma nova experiência.
        O idoso deprimido precisa do apoio da família. É necessário ajudá-lo a recuperar sua autoestima, dando a ele todas as oportunidades possíveis de mostrar que é capaz.
        Um quadro de depressão numa pessoa idosa, se não for tratado devidamente pode trazer danos à saúde física e mental. O acompanhamento médico é sempre importante, mas o apoio da família também é essencial. Siga essas dicas:
        Nunca faça “pouco caso” da situação, dizendo por exemplo que o idoso está com manha, ou quer chamar atenção. Ainda que isso seja verdade, é a forma que o inconsciente dele encontrou para pedir ajuda.
        Paciência é a chave para compreender melhor o idoso nessa situação. É preciso ter paciência e saber compreendê-lo em todas as questões. Faça com que ele se sinta útil mostre que ele não é um “estorvo”, mas que desempenha uma função no espaço que ocupa no ambiente familiar.
        Ajude-o a exercitar a mente com quebra-cabeças e palavras cruzadas, por exemplo. A participação, a interação e as conversas são fundamentais para que o idoso não sinta necessidade de se isolar. Converse com ele, conte novidades, coisas sobre o seu dia e pergunte também sobre o dia dele. O mais importante: saiba ouvi-lo, procure ouvi-lo e encontre prazer em ouvi-lo. Não apenas por ele. Você também tem muito a ganhar.


       
Quero um cachorro   (clique pra ler)       

UM ÓSCAR NA MINHA CASA

OSCAR

(Cristiane S. Moraes)


Nós havíamos resolvido adotar um cão. Faziam 5 meses que nossa labradora Petra tinha morrido numa cirurgia e minha filha Gabi de quatro anos vivia me cobrando um cachorrinho.
        Era domingo e estava chovendo fininho, mesmo assim, peguei o casaco e fui sozinha até o canil municipal daqui da nossa cidade no norte do Paraná onde moro com meu marido e minha filha Gabriela. Não disse nada a ninguém, primeiro porque queria que fosse uma surpresa, e também porque num caso assim, é muito difícil você encontrar na primeira vez, assim de cara, o que você procura, e agindo em silêncio eu evitava decepções quando voltasse de mãos vazias.
        Eu sempre quis uma cadelinha branca e peluda, desde criança. Uma cadelinha igual ao mix, um cachorrinho que morava ao lado da minha casa e que morreu quando eu tinha sete anos. Nunca me esqueci do Mix. Queria assim, mas uma cadela. Do mesmo tamanho, da mesma cor, com os mesmos olhinhos inquietos que tanto me encantavam, peludinha mas não muito. Lá ia eu, achando que a cópia do mix ia estar lá me esperando prontinha para ser adotada.
        Andei de Box em Box examinando cada animalzinho, para ver se algum deles me despertava interesse já que não havia nem sinal da peludinha branca dos meus sonhos.
        A grande dificuldade era que todos me despertavam interesse. Parecia que todos, de alguma forma, procuravam chamar minha atenção. Eles tinham a exata noção de que eu estava ali para escolher um deles e levar pra casa. Alguns latiam para serem notados, outros apenas me olhavam com aquele olhar dócil que só os cães possuem. Uns ficavam em pé na grade ensaiando um agrado para me cativar e quando eu continuava em direção à jaula seguinte, voltavam para seus cantinhos com os passos lentos da decepção.
        Já estava quase concluída a minha “vistoria” preliminar, quando cruzei com uma funcionária do canil levando nos braços um cachorrinho amarelinho, quase dourado. Era meio feinho e tinha uns olhinhos redondinhos como os do Mix. Ou seria como os de todos os cãezinhos naquela idade? Um detalhe me chamou atenção: Ele só tinha uma orelha, ou seja, tinha a orelha do lado direito e do lado esquerdo só um toco. Soube depois que ele tinha perdido a outra orelha numa briga com um cachorro maior e que exatamente nestas circunstâncias foi recolhido ao canil.
        Quando se aproximavam de mim, o bichinho se contorceu nas mãos da funcionária, lutou com ela e conseguiu se libertar, correu pra mim e se agarrou na minha perna. Foi interessante, inusitado e surpreendente. Lá em baixo, agarrado à minha perna, aquela criaturinha de olhinhos suplicantes e aquela única orelha espetada pra cima como uma espada de São Jorge. Quando percebeu que ia ser agarrado novamente, foi tomado de um incontrolável desespero e jogava o corpo pra cima, na tentativa de escalar minha perna sem, no entanto se arriscar a largá-la. Era evidente que ele faria qualquer coisa para não voltar praquela baia, onde era mantido trancado.
        O canil daqui tem 24 baias, algumas especialmente preparadas para manter em isolamento cães problemáticos que não conseguiam viver em harmonia com os demais, como aquele amiguinho agarrado na minha perna, tremendo de puro desespero. Todas as sacudidas dele, os gritos, as tentativas desesperadas de morder as mãos da mulher, não deixavam dúvidas que ele estava se oferecendo a mim: “Por favor, me leva daqui. Eu tenho medo de foguetes, tenho medo de trovão, tenho medo dos cachorros grandes, tenho medo de ficar no escuro, pelo amor de Deus, me leva"!
        Quando a garota enfim conseguiu recuperá-lo, ele apenas se encolheu resignado e gemeu. Um gemidinho fino, como se estivesse desistindo de lutar pelo impossível. Apertou minha perna com uma força surpreendente e baixou a cabeça para esperar que suas patinhas fossem facilmente abertas pela carcereira e a vida continuasse sem que nada mais pudesse ser feito.
        Já li em algum lugar que quando as presas perdem a corrida para seu predador, quando já é impossível escapar, se deitam e se encolhem para esperar a morte. Aquele bichinho colado à minha perna, quietinho, imóvel, me trouxe à mente esta imagem. Fiz sinal pra garota ir embora e me abaixei até colocar minha mão naquela cabecinha de uma orelha só. Ele ficou como estava. Não moveu um músculo. Ficamos assim. Eu tentando não assustá-lo mais, e ele talvez com medo de pensar sobre o que estava realmente acontecendo. Se ainda havia alguma maneira de me convencer a aceitá-lo. Se ia adiantar latir, gritar, suplicar, ou se só ia piorar as coisas. Talvez naquele silêncio, ele estivesse jurando que seria o melhor cãozinho do mundo, que ia me amar pra sempre, que ia me defender com sua própria vida, se um dia fosse necessário. Talvez estivesse jurando que mesmo sem raça, sem pedigree, sem nada, mesmo com uma orelha só, ia conseguir um jeito de me fazer sentir orgulho dele.
        A posição estava incômoda e eu resolvi apoiar o joelho no chão. Ergui o cachorrinho como as pessoas costumam erguer a estatueta do Oscar. Isso mesmo. Aquele cãozinho douradinho em minhas mãos, me lembrou a estatueta do Óscar. Era pesadinho. Não me olhava. Olhava pro chão. Talvez nem para o chão. Talvez olhasse para sua vida. Para tudo que teve que passar e que viver até aquele momento. Meu Deus! Era evidente que ele tinha sofrido muito, levado muito passa fora e que tinha pavor daquele lugar. Era evidente que ele esperava um veredicto, e que esperava o pior, como sempre acontecia. Era evidente que ele tinha a exata consciência de sua realidade de um vira-latas estropiado que ninguém ia querer.
        Eu não ia conseguir ficar muito tempo de joelhos com ele nas mãos, e resolvi sentar no chão pra acomodá-lo melhor no meu colo. A cena era digna de registro. Eu, Cristiane Salém, empresária conceituada na cidade, sentada no chão do canil municipal, com um cachorrinho de uma orelha só no colo. O meu cachorrinho. O meu Óscar, como passamos depois a chamá-lo. Não fui eu que o escolhi. Foi ele que me escolheu. Não sei se gostaram da história de como nos conhecemos, mas para quem gostou eu vou contar mais sobre o meu Óscar, Clique aqui para continuar lendo a história Quer uma dica pra não arriscar perder nada, da história do meu Òscar? Clique na estrelinha do seu navegador e coloque esta página nos seus favoritos.Você vai gostar. Meu Óscar é muito especial. Uma criatura extraordinária.

Adicione aos favoritos

Edições-2017

Edições-2016