LOGOTIPO DNEGOCIOS
(55)(41)3424-6382


Março de 2017
         

É outono .

         

8 DE MARÇO DIA DA MULHER


DIA DA MULHER              	8 de março dia da mulher
"Marília Milena”

O Dia Internacional da Mulher foi muito comemorado durante as décadas de 1910 e 1920 em consequência da revolução industrial e do ingresso maciço da mulher no mercado de trabalho. A partir de então a data caiu no esquecimento e só foi recuperada pelo movimento feminista, e finalmente adotada pelas Nações Unidas na década de sessenta. Hoje o dia 8 de março mantém relevância internacional, e a própria ONU continua a dinamizá-la, com campanhas destinadas a promover a igualdade, reduzir os preconceitos e lembrar as conquistas sociais, políticas e econômicas das mulheres.
        A data, não pretende apenas comemorar. Na maioria dos países, realizam-se conferências, debates e reuniões para discutir o papel da mulher na sociedade atual, tentar diminuir e, quem sabe um dia por fim ao preconceito contra a mulher, que mesmo com todos os avanços, ainda sofre muitas vezes, com salários baixos, violência masculina, jornada excessiva de trabalho e desvantagens na carreira profissional.
        Dizem que cabeça de mulher é uma caixinha de surpresas. Muitas vezes os homens acusam a nós mulheres de complicar demais a vida. O certo é que há diferenças - e não são poucas - entre os universos feminino e masculino, mas talvez uma das grandes dificuldades resida em entender e respeitar as diferenças na forma de se comunicar, pensar, e sentir.
        Homem é prático, quer logo buscar soluções. Mulher quer conversar, compartilhar seus sentimentos. Mulher reclama que o homem não sabe ouvi-la, enquanto ele se queixa porque ela vive tentando mudá-lo. Mulher espera que seu companheiro saiba agradá-la, sem que ela tenha que pedir. O homem acha que essas coisas não dá pra adivinhar.
        Mulher gosta de falar abertamente com as amigas sobre seus problemas e seus assuntos mais íntimos, e os homens agem de forma oposta e se trancam a sete chaves diante de qualquer transtorno. E aí, diante disto, a mulher explode achando que a coisa é com ela. As diferenças são muitas, mas a maioria delas deixam a nós mulheres em franca vantagem.
        Nós mulheres sempre estamos presentes no nascimento dos nossos filhos e temos certeza que ele é nosso. Se somos traídas, pior pra ele que é um canalha. Se ele é traído, pior pra ele que é corno e certamente fez por merecer. Não precisamos matar baratas ou outros insetos nojentos, muito menos desentupir vaso sanitário. Carregamos sempre os pacotes mais leves. Mulher de presidente é primeira-dama; marido de presidenta é um zero à esquerda. Uma pesquisa da marca Ginsters, fabricante de alimentos do Reino Unido, indica que três quartos de todas as decisões domésticas importantes são feitas por mulheres. O levantamento contou com a opinião de três mil casais sobre relacionamento. Constatou-se que as pessoas do sexo feminino regularmente decidem o que os dois vão comer, onde vão viver, quando terão filhos e quantos serão, onde vão aproveitar as férias e como vão gastar o dinheiro. Por mais que confabulem, argumentem e ponderem, a opinião final que será realmente acatada é a dela.
        Além disso, seis em cada 10 homens admitiram que as parceiras têm controle total sobre quando e com que frequência o casal terá relações sexuais. Dois terços disseram que são completamente dependentes delas sobre o que comer e mais da metade admitiu consultá-las até pra tomar uma cervejinha.
        Também são as mulheres quem escolhem os nomes dos filhos, a roupa que vão usar e em que escola vão estudar. Nos Estados Unidos e na Europa os homens ainda definem que carro comprar e a quais programas assistir na televisão. No caso do Brasil, o buraco é mais embaixo: pesquisas do setor automotivo apontam que as mulheres brasileiras têm total poder de decisão na escolha do carro e uma recente pesquisa do Instituto Datafolha descobriu que fica difícil o homem trocar pra futebol na hora da novela.
        E olha que estas são apenas algumas das muitas vantagens de ser mulher.


         

EDITORIAL

O COMEÇO DO FIM DA CORRUPÇÃO

O congelamento e confisco das contas bancárias, o julgamento pelo Tribunal Penal Internacional e a aplicação do dever da comunidade mundial de proteger os povos contra crimes dos seus próprios governos. Três armas poderosas capazes de banir de uma vez por todas as ditaduras e as estruturas de governos corruptos da face da terra.
        Ladrões perdem o direito de meter a mão na grana poucas horas depois de cair e até antes. Na Líbia, a brutalidade da repressão praticamente impôs a adoção imediata de sanções financeiras contra o tirano e seus parentes, enquanto a Corte Internacional investigava e apurava crimes cometidos contra a população.
        Tudo isso é novo e digno de destaque. No passado recente, existia enorme relutância em recuperar fortunas saqueadas por governantes. Os paraísos fiscais coniventes e comissionados, arrastavam por décadas processos como o movido contra o herdeiro de Duvalier que continuou a viver na Riviera francesa chafurdado na riqueza roubada de um dos povos mais miseráveis da terra.
        A impunidade dos culpados de crimes contra o povo ao que parece também vai acabar. A Corte Internacional conquistou credibilidade ao processar e condenar governantes criminosos como o genocida Milosevic e o monstruoso Taylor, da Libéria e implantou uma nova ordem que começa a mostrar a essas criaturas que não haverá mais exílio para eles.
        Mas não basta apertar o cerco às fortunas ilícitas de ladrões ainda no poder, nem negar proteção aos foragidos. É preciso assumir definitivamente um compromisso moral de proteger as populações contra genocídios, crimes de guerra, limpeza étnica, crimes contra a humanidade e o mais cruel dos crimes que é o empobrecimento da população em consequência do esvaziamento dos cofres públicos.
        Nos casos de crimes de governos contra seus povos, a comunidade internacional tem a responsabilidade moral e o dever humanitário de intervir. Temos casos não resolvidos na China, na Russia, e até nos Estados Unidos que apesar de posarem de xerifes do mundo, chacinaram e violentaram no Iraque. Não será fácil, mas o avanço da consciência da humanidade exige o fim das impunidades e ao que parece não se contentará com menos.


LIVROS


PROPÓSITO

- Sri Prem Baba

Propósito é o livro mais vendido da atualidade. Leia alguns trechos.


"Se você se move somente para conseguir dinheiro e ter suas necessidades atendidas, inevitavelmente você vai sentir angustia ... Para construir uma nova economia precisamos aprender a dar."      (Sri Prem Baba)


Conforme vai se purificando, você vai se libertando das fantasias a respeito do relacionamento. Você vai se libertando da ideia de encontrar uma alma gêmea, ou seja, aquela pessoa perfeita, que foi feita especialmenteproposito-sri-prem-baba para você.
        Aos poucos você compreende que o relacionamento diz respeito à integração entre duas partes complementares que existem dentro de você. Esse é o significado mais profundo da palavra amor - uma fusão alquímica interna. Mas, para que essa fusão aconteça através do outro, é preciso estar realmente pronto. Muitas vezes, você acha que ama, mas está obstinado em fazer do outro um objeto para a realização dos seus caprichos e expectativas. Isso não é amor, é egoísmo.
        Sempre fui um explorador da consciência. Desde criança, queria as respostas para as grandes perguntas da vida: De onde viemos? Para onde vamos? Iniciei buscando na ciência, mas logo percebi que ela não tinha as respostas que buscava. Transitei por várias tradições espirituais; rezei e clamei por Deus em suas incontáveis formas e nomes, e essa experiência me ensinou muito. Aprendi sobre a Unidade divina e o verdadeiro significado da palavra religião - a reconexão da alma individual com a alma universal, a fonte eterna do amor que nos habita. E por isso hoje eu digo que a minha religião é o amor.
        Todos e cada um de nós viemos para este plano com uma missão, um propósito a ser realizado. E apesar de, na superfície, não sermos iguais e termos diferentes qualidades, estamos unidos por um propósito único que, em última instância, é a expansão da consciência. E a consciência se expande através do amor. Por isso costumo dizer que o nosso trabalho enquanto seres humanos é despertar o amor, em todos e em todos os lugares.Trata-se de uma aventura cheia de incertezas e desafios que nos leva da semente ao fruto, da terra ao céu, do esquecimento à lembrança, do estado de adormecimento ao estado de consciência desperta. Uma jornada que revela os infinitos desdobramentos do amor – esse poder que nos habita nos move e nos liberta.

- Sri Prem Baba

O livro está dividido em sete partes. Ao longo das seis primeiras, que tratam do nascimento à transcendência, o leitor encontrará as coordenadas para fazer a própria viagem interior. Na sétima, aprenderá as chaves práticas que vão guiar suas descobertas rumo ao despertar do amor.

Se quizer saber quanto custa ou obter mais informações sobre este livro, clique em qualquer dos links abaixo:

(SARAIVA)        (AMERICANAS)        (CULTURA)


         

INTERNET
A nova ordem do comércio mundial

COMPRANDO PELA INTERNET

Fídias L. Muro


Antigamente o comércio era encarado como uma verdadeira aventura. Animais eram preparados para transportar as mercadorias, soldados e mercenários eram contratados para fazer a escolta dos mercantes, além de ser necessário enfrentar viagens que poderiam durar semanas ou até meses, dependendo do destino.
        Na Grécia Antiga, homenagens eram feitas e sacrifícios oferecidos ao deus Hermes para garantir a prosperidade dos comerciantes. Hoje, não importa onde você esteja, tudo isso se reduziu a apenas um clique.
        Comprar pela internet é cada vez mais comum entre as pessoas, que querem usufruir do conforto e dos benefícios oferecidos pela tecnologia. O comércio virtual facilita cada vez mais a vida das pessoas, principalmente das que gostam de pesquisar preços antes de comprar, garimpar cupons de desconto, economizar gasolina, fugir do transito estressante evitar perder tempo em longas via sacras de loja em loja e comprar tudo que precisam sem ter que se afastar do conforto do lar.
        Por não terem gastos com funcionários, aluguel de um espaço físico e outras despesas, as lojas virtuais conseguem oferecer melhores preços a seus clientes. Nos segmentos de eletrodomésticos, produtos de informática e eletroeletrônicos a diferença de preços é ainda mais evidente e até mesmo nas empresas que possuem loja física e loja virtual, um computador, por exemplo, pode variar até 30% do seu preço entre as duas opções,
        Um levantamento do Ibope, encomendado pela CNI revelou que em 2015 apenas 26% dos brasileiros tinham o habito de fazer compras pela internet, número que saltou para 58,6% no segundo semestre de 2016.
        A pesquisa mostra, ainda, que idade, renda e escolaridade são fatores determinantes do perfil do consumidor que compra pela internet. Os campeões de compras estão na faixa de 22 a 34 anos, possuem renda familiar superior a cinco salários mínimos e ensino superior completo ou pelo menos ensino médio completo.
        Com a utilização das mais modernas e avançadas tecnologias, as lojas virtuais estão conseguindo resolver os principais problemas que deixavam a internet em desvantagem com relação a uma compra no shopping, como por exemplo a falta de contato com o produto, que é escolhido a distância, a dificuldade em trocá-lo ou devolvê-lo, e a demora na entrega. Hoje as lojas on-line possuem sistemas de foto e zoom cada vez mais avançados que apresentam ao consumidor o produto nos mínimos detalhes de aparência tecnologia, operacionalidade e função. Todas as grandes lojas que vendem pela internet hoje, têm como principal preocupação a total e irrestrita satisfação do cliente. A chamada “satisfação garantida ou seu dinheiro de volta”. O direito de devolução ou troca, além de garantido por lei, é ponto de honra para as lojas e a logística do momento da compra até a entrega, é coberta por um eficiente sistema de rastreamento que permite acompanhar a encomenda vinte e quatro horas por dia.
        A maior motivação da compra pela internet é o preço. Há alguns anos muitos consumidores usavam uma espécie de sistema híbrido de compra onde eles visitavam uma loja física para determinar exatamente o que queriam e então iam direto para a internet procurar online um preço melhor. Hoje, a parte de visitar a loja física já foi totalmente descartada por estas pessoas e considerada desnecessária, porque além de um preço real mais baixo, o cliente tem na internet uma infinidade de possibilidades de baratear a compra, com cupons de desconto, desconto condicionado à primeira compra, à forma de pagamento e outros. O custo do frete, antes visto como obstáculo para a compra, deixou de ser problema porque atualmente cerca de 90% das lojas virtuais oferecem frete grátis para compras acima de um valor relativamente baixo.
        Com relação aos produtos mais comprados na internet, os campeões de preferência do comprador segundo pesquisa do E-bit, são Livros, Assinaturas e Apostilas (14%); Eletrodomésticos (13%); Moda e acessórios (12%); Saúde, Cosméticos e Perfumaria (12%).
        Para auxiliar os consumidores a tomar a melhor decisão de compra sobre qualquer produto e serviço, estamos iniciando aqui uma série de artigos abordando tudo sobre esta questão de comprar pela internet. Seus mitos e verdades, tendências, novas facilidades, e também os cuidados que se deve tomar para não acabar errando na escolha de onde comprar e se prejudicando com isso.O próximo artigo sobre este assunto sai na primeira semana de abril. Para não perder as informações, dicas e revelações que serão abordadas, basta você incluir esta página nos seus favoritos.

Obrigado pela atenção dispensada e até a próxima.

       
COMER BEM

ARROZ DE OUTONO!

Sandra Oliveira

Neste mês de março entramos no outono dos pratos quentes, confortáveis, acolhedores e feitos em casa. Os pratos leves e refrescantes do verão, por enquanto ainda não precisam ser completamente deixados de lado. Algum veranico teimoso ainda deve pintar aí na frente. Mas já podemos brindar com prazer a estação do ar morno das frutas e do chocolate, porque o outono não está apenas no ar, mas também no paladar. Os cardápios de outono são talvez os mais satisfatórios para quem curte os prazeres de preparar sua comida em casa. O outono nos convida a comer bem, alias, a viver bem! Em janeiro publicamos a receita do “Arroz de Verão”. Este arroz com feijão é um prato de Outono.
        Simples, básico, elementar e delicioso. Pode servir com um peixinho frito ou uns pasteizinhos de camarão, ou até assim mesmo simples sem mais nada.

ARROZ DE OUTONO

Ingredientes

.
1 xícara de arroz
2 xícaras de água quente
1/2 xícara de feijão preto
1 tomate pequeno sem sementes picado
1 cebola pequena picada
1 dente de alho picado
2 colheres de sopa de óleo de soja
1 colher de sopa de coentro picado
sal q.b.

Modo de Fazer

.
Primeiramente faça o pré-cozimento dos grãos de feijão cuidando para que fiquem bem temperadinhos de sal e ainda meio durinhos, al dente, e reserve.
        Depois é como fazer simplesmente um arroz. Coloque numa panela, a cebola e o alho picados e deixe refogar uns minutos até a cebola ficar mole. Acrescente o tomate e deixe cozinhar um pouco mexendo para desfazer ao máximo o tomate.
        Quando o tomate estiver cozido, junte o arroz, a água, e tempere de sal. Assim que ferver abaixe o fogo e quando já tiver evaporado metade da água, adicione os grãos de feijão (já pré-cozidos) e o coentro. Deixe acabar de cozinhar e sirva quente.

         

10 MOTIVOS PARA VOCÊ

Aprender a tocar um instrumento musical

GAROTA COM VIOLÃO

Marilia Milena


“A música produz um tipo de prazer indispensável à natureza humana. Tocar um instrumento musical tem muitos benefícios e o principal deles é que o seu instrumento vai tornar você uma pessoa mais completa. Vou listar aqui apenas 10 desses benefícios porque são eles os dez motivos do apreço e da paixão de muitas pessoas pela música.”

1. Aumenta a capacidade de raciocínio e de memorizar.
        Uma pesquisa mostrou que tocar um instrumento musical, estimula o cérebro e a memória. O estudo foi feito em 22 crianças da idade 3-4 anos que receberam aulas de percussão e de teclado, enquanto um outro grupo de 22 crianças não recebeu aulas de música. Todas as crianças dos dois grupos participaram das mesmas atividades escolares. As crianças que receberam aulas de percussão e teclado passaram a interagir com suas atividades escolares 34 por cento melhor do que as outras crianças. E os pesquisadores descobriram ainda que estes efeitos positivos imediatos são benéficos também ao humor, à personalidade e até a auto estima das crianças.

        2. Dominar um instrumento ajuda você a se organizar melhor.
        Aparentemente uma coisa nada tem a ver com a outra, mas um bom músico sabe que a qualidade do tempo de prática é mais valiosa do que a quantidade. Aprender a tocar um instrumento exige que você se organize e comece a gerir o seu tempo com mais eficiência. No momento exato em que você se apaixona pela música e pelo seu instrumento, você já começa organizar seu tempo, definir metas e gerenciar com mais sabedoria cada minuto.

        3. Desenvolve a capacidade de trabalhar em equipe.
        Saber trabalhar em equipe é muito importante para o sucesso. Tocar um instrumento exige que você trabalhe com os outros para fazer música, ou mesmo para aprender. Em bandas e orquestras você vai aprender a cooperar com as pessoas ao seu redor. Para que um grupo execute uma música de maneira perfeita, cada músico deve estar o tempo todo em perfeita sintonia com o grupo e isso só é possível desenvolvendo ao máximo a capacidade de trabalhar em equipe.

        4. A música ensina perseverança
        Aprender a tocar um instrumento leva tempo e muito esforço, e os resultados são sempre o prêmio para a paciência e a perseverança. É impossível tocar um instrumento com perfeição na primeira vez que você pega nele. Na verdade, os músicos trabalham nas partes mais difíceis de seus instrumentos durante muito tempo.

        5. Melhora a coordenação.
        Tocar um instrumento exige muita coordenação dos olhos, das mãos, dos dedos, pulsos, e de muitos outros movimentos. Ao ler uma nota musical em uma página, o cérebro, subconscientemente converte essa nota em padrões motores específicos, determinando inclusive a entonação, a respiração e o ritmo.

        6. Melhora as habilidades de leitura e compreensão de textos
        De acordo com um estudo publicado na revista Psychology of Music, as crianças que possuem algum tipo regular de treinamento musical voltado para a execução de instrumentos musicais, exibiram desempenho cognitivo superior em habilidades de leitura e compreensão de textos, em comparação com os não treinados musicalmente.

        7. Aguça a concentração.
        Reprodução de música por si mesmo requer que você se concentre em muita coisa ao mesmo tempo, como ritmo, altura, tom, melodia, duração da nota e qualidade de som. Reprodução de música em um grupo ou banda envolve e desenvolve ainda mais a concentração porque você não apenas deve ouvir a si mesmo, mas tem que ouvir todos os outros instrumentos, e manter a harmonia.

        8. Promove a autoexpressão e alivia o stress.
        É o seu instrumento. Você pode tocar o que quiser nele! Quanto mais avançado em um instrumento, mais músicas você vai conseguir tocar expressando sua personalidade e sua emoção. Este domínio de um ambiente tão gratificante, alivia stress e proporciona excelente equilíbrio psicológico, tanto que é uma forma de tratamento para crianças e adolescentes com distúrbios emocionais.

        9. Cria um sentimento de conquista.
        Superar desafios que você pensou que nunca ia conseguir traz sempre um grande sentimento de orgulho e de alegria. Quando você começa a aprender a tocar um instrumento, apenas o fato de conseguir segurar uma nota, ou tocar uma sequência pequena de acordes, é um feito incrível. E quando você pratica e se torna um músico mais experiente, sua música torna-se agradável não só a você mesmo, mas também as outras pessoas ao seu redor, e isso é uma experiência que não tem preço.

        10. Tocar um instrumento musical consegue ser divertido e emocionante ao mesmo tempo, não só porque vai lhe permitir tocar a música que você gosta do jeito que você gosta, mas principalmente porque é maravilhoso ouvir os aplausos do público depois de um grande desempenho. É maravilhoso ver a felicidade no rosto das pessoas, simplesmente porque gostaram de ver você tocar.

        Tenha o melhor mês de março que você conseguir ter e use de todos os meios para fazer deste ano o melhor da sua vida. Deseje o mesmo pra mim.

       
HOROSCOPO
“Worldwide Horoscopes”           março- 2017               Frase do mes:     Às vêzes é preciso ter coragem.

.
MARÇO
Novos começos, situações conclusivas e mudanças iminentes serão desencadeadas em nossas vidas pelo trânsito de Mercúrio que começa um novo circuito pelo Zodíaco. Ambiente favorável para mudar as coisas, ou passar da teoria para a prática. Se você tem planos para uma mudança de vida radical é hora de agir. O trabalho duro não chega a assustar mas para muitos, neste mês de Março, será o grande desafio. Muita gente estará se perguntando se todo o esforço que estão fazendo vale a pena, ou pra quê serve ser boa pessoa, bom companheiro, bom colega ou bom chefe com todo o esforço que isso requer se os resultados são tão insatisfatórios. As emoções estarão à flor da pele. Março destaca um estratégico passo para trás, mas tenha em mente que se retirar de uma situação não significa necessariamente covardia ou abandonar a batalha. Às vezes é preciso ter a coragem de deixar as coisas passarem. Quem se retira a tempo terá sempre a chance de voltar num momento melhor e resolver o problema com mais conhecimento de causa.

AQUARIO - 21/01 a 19/02
aquário Mês cheio de possibilidades. Mercúrio em sua Casa II se dedica a aumentar seus ganhos, desbloqueando uma situação ligada às suas finanças ou colocando um projeto lucrativo em prática. Você estará mais aberto ao carinho e ao afeto de seu parceiro. Se estiver solteiro pode encontrar alguém marcante. Saturno entra na sua 4ª Casa do Lar e da Família, fornecendo condições de melhorias. Mercúrio, o Senhor da sua 5a e 8ª Casas, entrará e saíra da sua Casa do Dinheiro este mês e algum dinheiro pode rolar fácil pra você. Pague dívidas. O retrocesso de Mercúrio na sua Casa do Dinheiro mostra uma necessidade de maior cautela nas compras . O mês é bom para comprar roupas e acessórios porque a percepção estética estará boa, mas pesquise, evite empréstimos e especulações. A saúde estará excelente.

PEIXES - 20/02 a 20/03
peixes Alguns projetos seus passarão da teoria para a prática, revelando seu potencial confirmando seu valor. A necessidade de agir será sentida mais intensamente do que o de costume. Uma mudança radical estará ao alcance das suas mãos, você só precisará agarrá-la. Vênus em sua Casa II abre as portas da sua vida financeira de maneira extremamente benéfica. Um grande mês de um grande ano: isto é março para os piscianos. Os horizontes da carreira estarão se expandindo além do esperado, mas procure conhecer o terreno antes de desembarcar. As finanças estarão boas, mesmo assim mantenha a cabeça fria. O sucesso pode estressar tanto quanto o fracasso. Algumas mudanças acontecerão no trabalho e você não terá escolha, a não ser aceitá-las. A saúde Não estará perfeita, mas também não apresentará complicações.

ARIES - 21/03 a 20/04
aries Este mês será muito marcante porque você vai tomar decisões capitais para seu futuro. Você está no começo de um ciclo que devolverá o controle de sua vida. Você terá necessidade de se destacar, custe o que custar para conseguir o reconhecimento dos seus esforços. Júpiter, Vênus e Mercúrio estão no seu signo e o Sol está pronto para entrar dia 21, trazendo de presente mais energia e vitalidade pra você. O que mais você pode querer? Os solteiros de Áries conhecerão tipos bastante glamorosos durante este período e a intuição financeira também estará aguçada. O amor e a riqueza estão procurando por você e não há nada a fazer quanto a isso, a não ser somente aguardar. Você tem mais independência e liberdade para agir e conseguirá superar facilmente os obstáculos que ainda impedem o seu progresso pessoal.

TOURO - 21/04 a 20/05
touro O Sol em sextil com seu setor ajuda a rever alguns relacionamentos e a identificar como eles o protegem do mundo exterior. Sua vida profissional está no centro do palco. Você vai se mostrar mais autêntico e se comunicar mais com seus sócios, clientes e colaboradores. O sucesso na carreira conduzirá a uma estabilidade no lar. Você está esculpindo o seu próprio lugar no mundo e o mundo está dando a você o espaço suficiente para isso. Um mês excelente para comprar, pois o seu senso de comércio estará muito aguçado. Pesquise, mas se possível adie a compra para abril. Siga a sua própria estrela a partir de agora. Tente evitar decisões financeiras e compromissos importantes.

GÊMEOS - 21/05 a 20/06
gêmeos Março acelera o curso de sua vida em muitos aspectos. Vênus em sua Casa XII leva a acontecimentos mais rotineiros. Tente entender melhor o seu parceiro. Invista pesadamente na direção dos objetivos de carreira, pois terá a clareza e todas as informações de que necessita para dar os próximos passos. Não se aventure em novos regimes de saúde, dietas ou procedimentos médicos drásticos. Pesquise. Repouse e relaxe mais. Será muito importante para você construir uma sólida reputação na carreira, e a melhoria de sua imagem pública virá como resultado natural destes esforços.

CÂNCER - 21/06 a 21/07
câncer Em março querendo ou não, você terá que sair de sua tranquila reserva. A situação não permitirá que você use tanta diplomacia quanto gostaria e você deverá se posicionar, tomar partido, anunciar claramente a natureza de suas opiniões. Não espere mais para fazer mudanças em sua vida cotidiana. Você está entrando no período mais importante da sua carreira e muita ação está acontecendo com o Sol seu planeta financeiro trazendo mudanças importantes. Continue a cultivar o encanto social, mas não tome decisões amorosas importantes nesse período. A saúde e a vitalidade estarão especialmente bem, ainda assim repouse e relaxe mais. As finanças, ainda estão boas, as perspectivas financeiras excelentes e os ganhos aumentarão.

LEÃO - 22/07 a 22/08
Leão Vênus ao longo de todo o mês reforça seu carisma no plano financeiro e em sua capacidade de administrar. Tome cuidado com as trocas amorosas, para que não se transformem em relações de poder. A entrada de Saturno em Touro agirá como uma pausa no seu progresso. As finanças poderão se complicar e requerem mais cuidados. Raramente fazemos alguma mudança necessária, a não ser que sejamos “forçados” a isso. Desta vez o Sol dará exatamente o empurrãozinho de que você precisa — nada mais nada menos. Como o Sol é o seu planeta regente, este será um período no qual você irá redefinir a sua personalidade com mudanças importantes na aparência pessoal e no comportamento. Poderá mudar seu estilo de roupas e acessórios e adotar um novo “visual”. Bom período para eliminar coisas inúteis da sua vida sejam propriedades, tralhas ou vícios.

VIRGEM - 23/08 a 22/09
virgem Para os virginianos março é um mês agitado e cheio de ações definidas principalmente pelas pessoas à sua volta. Mercúrio, seu planeta regente, transita em quincôncio com seu signo, revelando um aumento de tarefas a cumprir e projetos que você precisa concluir, mas como está em oposição, dificulta um pouco o andamento dessas mesmas tarefas, desencadeando em você uma necessidade aguçada de ação. O trígono de Vênus com seu signo traz paz para sua vida amorosa e suas relações familiares. Os interesses das outras pessoas estarão na frente dos seus, tanto que Vênus, seu planeta do dinheiro estará centrado em incentivar você a fazer dinheiro para os outros, pagando suas dívidas por exemplo. Descanse e relaxe mais. Você provavelmente gastará mais com saúde neste mês, o que é algo positivo.

LIBRA - 23/09 a 22/10
libra Março é uma montanha russa na vida social do libriano. Cheio e turbulento. Mercúrio em oposição ao seu signo cria redemoinhos que movimentam suas relações podendo nesse processo inclusive gerar alguns conflitos que você deve enfraquecer antes que tomem vulto. Para isso não acredite em tudo que ouvir, mantenha a classe e não se esconda. Júpiter se estabelecerá firmemente na 7ª Casa este mês, tornando você mais ambicioso. O progresso social será rápido e as festas e reuniões sociais podem facilmente dominar o mês. Plutão, o seu Planeta Financeiro, estará retrógrado, portanto seja cuidadoso com suas dívidas este mês. Na dúvida sobre algum investimento ou movimento financeiro, não faça.

ESCORPIÃO - 23/10 a 21/11
escorpoão Você reencontra este mês um dinamismo esquecido há muito tempo. Um mês para acalentar e aperfeiçoar as habilidades sociais e o progresso interior. Mudanças importantes no trabalho e na carreira estarão acontecendo. Marte, seu planeta regente, em quincôncio com seu signo, aliado à oposição de Vênus, estimula sua criatividade e sua necessidade de ação. Reserve regularmente alguns momentos de descanso, pois seu ritmo pode levá-lo ao excessos. Sua vida profissional será marcada por novos projetos, e você encontrará interesse, e motivação para controlar as coisas e colaborar da melhor forma para colocá-las em prática. Você terá facilidade para ver tudo com um olhar novo. Tome cuidado com sua franqueza, para não esquecer a diplomacia em algumas situações.

SAGITÁRIO - 22/11 a 21/12
sagitário Você viverá mudanças muito radicais durante o mês de março. Vênus em quincôncio com seu signo e retrograda, ajusta sua vida sentimental, trazendo mais autenticidade a todos os seus interesses. Você pode ser tentado a revelar fatos do passado por conta de sua honestidade, na tentativa de ser irrepreensível os olhos de seu parceiro. Analise bem se isso é conveniente ou necessário. O ritmo de mudança continua rápido e este será um mês de progresso. Um período para fazer germinar e aperfeiçoar os planos de carreira, e não para executá-los. Socialmente o mês será um período de festas cheio de momentos felizes, como se você estivesse num parque de diversões. Aproveite para ser independente em alguns momentos e trabalhar as habilidades sociais e a benevolência em outros. não será prudente tomar nenhuma decisão amorosa importante seja de que tipo for.

CAPRICÓRNIO - 22/12 a 20/01
capricórnio Você avança em seus projetos, principalmente aqueles ligados a sua vida social e a suas relações familiares. As pessoas que o rodeiam precisarão de seu apoio. Mercúrio em quadratura com seu setor promove sua expansão profissional. O trânsito de Marte pelo seu signo o deixa um pouco impaciente e agressivo sentindo como se a vida dos seus sonhos estivesse sendo desarticulada. A sua 10ª Casa da Carreira não será uma Casa de Poder neste período. Seu maior desafio este mês, será equilibrar os assuntos financeiros com a sua necessidade de se divertir. Mas se existe alguém que sabe como equilibrar essas coisas, é o capricorniano. Embora a saúde em geral esteja boa, tente reduzir o ritmo das suas atividades, repouse e relaxe mais.


TUDO COM DESCONTO

Seleção de Livros! Clique e confira.
       

DEPOIS EU FAÇO


PROCRASTINAÇÃO


Lembra aquelas metas que você traçou no final do ano passado e que seriam suas realizações prioritárias em 2017? Você ainda não começou a executar nenhuma delas? Você é um procrastinador!



Procrastinação é o adiamento sistemático de ações. A procrastinação tem origem em fatores como ansiedade, baixa autoestima, ou mesmo uma tendência ou mentalidade autodestrutiva. Resulta em stress, sensação de culpa, perda de produtividade e vergonha em relação aos outros, por não cumprir responsabilidades e compromissos.
        Procrastinadores têm dificuldade de fazer uma apreciação realista de suas obrigações e se rendem facilmente à preguiça emocional. As duas principais causas psicológicas de procrastinação são: A fuga das tarefas muito pequenas, na avaliação do procrastinador uma interrupção irritante no fluxo das atividades. Um exemplo seria, organizar uma sala desarrumada. A segunda principal causa da procrastinação é o contrário da primeira: a fuga das tarefas muito grandes, que uma pessoa pode temer, ou que trazem implicações de grande impacto na vida da pessoa; um exemplo seria, um estudante que adia indefinidamente os estudos para a prova do vestibular ou para um concurso público, por causa da pressão da família ou por medo de não ser aprovado.
        Como as duas causas estão em extremos opostos, a pessoa pode inconscientemente sobre-estimar ou subestimar tarefas e a procrastinação se torna um hábito que pode levar a problemas psicológicos ou fisiológicos ou até problemas de saúde mental que podem exigir tratamento profissional.
        Procrastinação acadêmica Como o nome já diz, procrastinação acadêmica é a que acontece em ambientes acadêmicos, onde estudantes devem lidar com prazos para provas e trabalhos com data pré-fixada. O principal motivo desta procrastinação é a falta de gerenciamento de tempo, a falta de técnicas de estudo, o stress, ou a sensação de incapacidade em relação aos trabalhos. A situação é pior em nível de graduação onde as condições acima são perfeitas para procrastinação. Um tipo de procrastinação acadêmica muito conhecido é a "síndrome do estudante" que leva muitos estudantes a só começar a se dedicar de fato a uma tarefa no prazo final.
        Por exemplo: um grupo de estudantes vai até o professor e pede um adiamento do prazo de entrega, argumentando que seus projetos serão melhores se eles tiverem mais tempo para trabalhar neles; Porém, a maioria dos estudantes tenderá a procrastinar e só irá realmente focar no projeto ao final do prazo concedido pelo professor.
        Outro tipo de procrastinação é por exemplo a de crianças que abandonam a lição de casa, mas não a vida social. Esse tipo de procrastinação é uma forma de negação. O procrastinador evita situações que causariam desprazer, e, ocupa o tempo com situações prazerosas. Em termos Freudianos, esses procrastinadores não conseguem renunciar ao prazer, simplesmente porque encaram a realidade como um sacrifício.
        Eles podem aparentar não estar preocupados mas isso é simplesmente uma forma de evasão. Esse comportamento vira um ciclo de fracasso e atraso, enquanto os planos e objetivos são deixados de lado e anotados "para amanhã" ou para a próxima semana repetidamente com efeito desastroso na vida pessoal e suas relações.
        O problema é que este comportamento torna-se uma rotina, na vida da pessoa, nas tarefas domésticas, no trabalho e nas relações, trazendo prejuízos irreparáveis. Por exemplo: a fissura na parede que aumenta de tamanho e se torna uma grande rachadura; aquele cliente que o vendedor deixou de visitar e, por isso, trocou de fornecedor, a tia idosa que morreu antes de ser visitada...Tudo isso vai causando um mal estar emocional para o procrastinador.
        Então vamos voltar àquela pergunta inicial. Estamos no terceiro mês de 2017. Como foi este período? Bem vivido, bem aproveitado? Aproveitar o tempo que temos significa ter atitude, perseverança, determinação. Significa ainda ter sonhos, ter fé em si próprio, acreditar no poder da sua força interior. A falta de fé ao contrário é uma fonte de procrastinação.

Arapucas da procrastinação Existem situações que favorecem a procrastinação. Uma mesa de trabalho bagunçada, ou o uso de TV, rádio etc e o acesso desnecessário à internet, principalmente as redes sociais tudo isso desanima o início de qualquer tarefa.

As 7 dicas de ouro contra a procrastinação
1- Liste as suas metas
Anote tudo o que você quer realizar este ano. Se não fez isso na virada do ano, não tem problema, faça agora! Uma lista pequena e executável, realista, possível de tirar do papel. Uma relação extensa demais já será pretexto para procrastinar alegando falta de tempo.
2- Defina o grau de prioridade de cada meta
Identifique o que é mais importante e necessário e se uma meta tem relação com outra, leve em conta isso.
3- Defina as ações
Estabeleça as ações que deverão ser concluídas para cumprir os objetivos.
4- Defina prazos
Quando a lista estiver pronta, estabeleça o prazo máximo para conclusão das metas. A data limite (deadline), Decida que neste dia a tarefa estará concluída. Esta decisão fará certamente a diferença entre cumprir ou não cumprir a meta.
5- Comece e faça imediatamente Não deixe para última hora. Prazo máximo é estabelecido apenas para resguardar-se de imprevistos. Definida a tarefa, faça-a o mais rápido possível. Se der, imediatamente! É melhor a satisfação de vê-a concluída antes do prazo do que ir admitindo a medida que o tempo passa, que não vai fazer.
6- Parabenize-se pelas conquistas ao longo do ano
Quem disse que é preciso chegar em dezembro para celebrar as vitórias do ano? A cada passo dado, a cada superação alcançada, a cada meta cumprida, a cada realização, dê parabéns a você mesmo pelo seu sucesso.
7- Concentre-se
Mantenha o foco em seus objetivos, acredite no seu potencial e não desanime.


Paulo Vieira, um dos maiores profissionais de Coaching da atualidade afirma em seu Best Seler “O Poder da Ação” que é possível quebrar o ciclo vicioso e iniciar um caminho de realização e para que isso aconteça, convida o leitor a assumir um compromisso com a mudança, lançando mão de todas as provocações e desafios propostos na obra, para conseguir de fato fazer um check-up completo sobre si mesmo. Ele garante ainda que o procrastinador pode facilmente se transformar num realizador bastando apenas focar nesse propósito como meta e determinar como, porque e quando, fará isso acontecer. “Acorde, creia, comunique, tenha foco, AJA! Pare de adiar sua vida e seja quem quer ser a partir de agora. Não existe outra opção. E está em suas mãos reescrever seu futuro” – diz o autor.

Se você quiser saber quanto custa ou saber mais sobre o livro: “O Poder da Acão”, de Paulo Vieira, clique aqui.

Se você quiser assistir o vídeo do curso de Paulo Viera,"O Poder do Foco", clique aqui.


        

Matéria de fevereiro:   Em Busca da Felicidade

ADRIANA GROSSE

M U L H E R
E Dependência Emocional

.
Psicóloga Adriana Grosse

Desde pequenas, somos treinadas a imaginar um amor romântico, como aqueles que vemos em filmes. Crescemos acreditando que encontraremos o príncipe encantado e seremos felizes para sempre. Mas com o passar dos anos descobrimos que não é tão fácil encontrar alguém e partilhar um relacionamento saudável.
        Estamos vivendo uma época onde as relações são fugazes, passageiras e muitas vezes sem o afeto necessário para construir um relacionamento verdadeiro. Outras vezes se tem o relacionamento, porém, um relacionamento destrutivo, e é muito importante saber diferenciar as relações saudáveis e as relações infelizes para não acabar se prendendo a estas últimas.
        Hoje muita coisa mudou e a mulher não é mais treinada para apenas casar e ter filhos. No mundo atual, ela assume diversos papéis, como: mãe, esposa, profissional, filha etc. Com isso, a cobrança sobre ela também aumenta na medida em que prefere se dedicar a construir uma vida profissional, deixando casamento e maternidade para mais tarde. Ainda sim, todas querem encontrar um grande amor e ser amadas.
        É nessa ânsia de ser amadas, que muitas mulheres acabam entrando em relacionamentos poucos saudáveis por carência, sentimento de inferioridade, baixa autoestima, para atender as pressões da sociedade por causa da idade, ou até mesmo pela sua própria cobrança interna de precisar casar para ser mãe atendendo o que é ditado pela sociedade. O mundo externo mostrará a sua preocupação por sua solteirice sem se importar com as suas metas nem com a sua felicidade, mas infelizmente é pensando assim que muitas mulheres entram num relacionamento frustrado e de grande sofrimento emocional.
        Devemos aprender a respeitar o tempo de cada um sem se comparar. A comparação nos coloca num ciclo de emoções autodestrutivas, gerando insatisfação e negatividade. Por não aceitar este tempo, acabamos muitas vezes nos conformando com relações infelizes, impostas por pressão externa ou por querer realizar o sonho de casar e ter filhos.
       Pensando assim, corre-se o risco de encontrar alguém capaz de praticar o abuso psicológico na forma de ciúme excessivo, manipulação (sou assim, porquê você me faz ser assim; tenho ciúmes, porquê você me da motivo, você é a culpada/ tenho ciúmes porquê gosto de você; brigo com você porquê te amo e ninguém te amará como eu), ou outras formas de abusos declarados de desvalorização e humilhação disfarçados de amor. Entra nesse relacionamento por carência, e permanece nele, mesmo com todo sofrimento. Isto tem um nome: dependência emocional.
        A dependência emocional é um estágio negativo, onde percebe-se que a pessoa ao lado, não faz bem, porém, a própria pessoa nega a situação arrumando justificativas para o mal comportamento do companheiro por acreditar que não achará ninguém melhor ou que não conseguirá se relacionar de novo. A dependência emocional, atinge a pessoa insegura, com histórico familiar de famílias disfuncionais, conflitivas, rígidas que bloqueiam a liberdade dos filhos, os treinando para sempre dependerem deles, ou que fazem tudo para os filhos, passando a mensagem subliminar que eles são incapazes de fazer algo por si próprios. Outras situações que podem desencadear a dependência emocional é o sentimento de rejeição real ou imaginário na primeira infância, perdas dos pais ou morte de um ente querido. Os adultos dependentes emocionalmente geralmente foram crianças que não se sentiram amadas, queridas e importantes, e sentem a necessidade vital de dependerem do amor que não viveram em sua fase mais tenra.
        Sempre que nos colocamos em um relacionamento destrutivo, passamos nós mesmas a manter e reforçar o comportamento inadequado do companheiro por insegurança, não cobrando com medo de perder. Sair de um relacionamento pouco saudável é possível e basta para isso assumir sua insegurança e carência através do autoconhecimento, mas isso jamais será possível sem trabalhar a autoestima e autoconfiança. Conhecer a si mesma, revelará crenças negativas como a de não merecer amor, não ser suficientemente boa, não merecer ser amada e outras.
        A ajuda de um psicólogo é muito importante para desfazer essas falsas crenças. Ele vai identificar em que áreas da vida a dependência surge e de que forma está afetando sua vida e suas relações, buscar as causas e tratá-las. Neste processo fortalece a autoestima, tornando você mais segura e dependente de si mesma. Quando nos amamos, procuramos pessoas que nos valorizem, nos respeitem e nos permitam viver relacionamentos saudáveis.


Psicóloga & Coaching Adriana Grosse
CRP 08/18360

       

BEBER ÁGUA



BEBER ÁGUA

Uma das formas mais baratas, acessíveis e eficazes de se prevenir doenças, manter a beleza da pele, dos cabelos e das unhas, é simplesmente beber água. Cada pessoa deve beber a quantidade adequada de acordo com sua estrutura corpórea, o tipo de atividade física que pratica e o clima, pois estes fatores influenciam na perda de água.
        São muitos os benefícios que a água proporciona à nossa saúde. A água no organismo previne a celulite, controla a temperatura, diminui a ocorrência de inchaços, reduz o cansaço e a sonolência, aumenta o poder de concentração, facilita o fluxo do oxigênio e fortalece as defesas do organismo, só pra citar os principais benefícios.
        Uma pesquisa científica realizada por estudiosos da Universidade da Virginia, comprovou que beber água antes das refeições além de trazer benefícios para a pele, para os cabelos e repor energias ajuda também no emagrecimento. Isso mesmo, água ajuda a emagrecer! O estudo foi feito durante três meses, e com as avaliações feitas os cientistas concluíram que quem faz dieta e consome água antes das principais refeições diárias pode perder até 2 kg a mais em comparação com quem segue o mesmo cardápio sem beber água antes. Isso acontece porque a água libera colecistoquinina (CCK), um hormônio relacionado com o controle do apetite, que reduz a fome na hora da refeição.
        Então basta beber uma quantidade satisfatória de água (um copo nos dias frios ou dois nos dias quentes) 10 minutos antes do café da manhã, do almoço e do jantar. A água vai reduzir também o uso de líquidos açucarados, como refrigerantes e sucos, e vai ajudar a eliminar substâncias desnecessárias deixadas no organismo por medicamentos, e as toxinas dos alimentos de origem animal.
        Todos sabemos o quanto é importante beber água regularmente durante o dia, mas quase sempre negligenciamos a atenção que deveria ser dada a esta prática tão simples e importante.
        Os organismos vivos apresentam na composição de sua estrutura física, de 50 a 90% de água. O próprio corpo humano é constituído em 70% por água que, em constante movimento, hidrata, lubrifica, aquece, transporta nutrientes, elimina toxinas e repõe energia.
        é impossível fazer uma recomendação que sirva para todos, quanto á necessidade diária de consumo de água. Vai depender da dieta, do clima e do nível de atividade física praticada pela pessoa.
        Em constante renovação, um indivíduo adulto perde por dia, em condições normais, uma média de 2 litros de água (cerca de 800 ml pela expiração e urina, 600 ml pela transpiração e 600ml pelas evacuações e outros meios). Sendo assim, um adulto normal deveria beber em média cerca de dois litros diariamente, para evitar a desidratação.
        Há quem pense que nunca esteve desidratado, mas existe uma pré-desidratação que ocorre todos os dias, por várias vezes sem que você se dê conta. Todos os processos citados (produção de urina, transpiração e produção de fezes/urina) estão constantemente ocorrendo, o que faz da perda de água uma constante. Para se ter uma ideia, quando uma pessoa sente sede, a água já está “em falta” no seu organismo há algum tempo. O corpo tem mecanismos que permitem reduzir a perda de água, reduzindo a produção de urina, desidratando as fezes, diminuindo a transpiração e até “roubando” água da respiração para garantir uma “emergência”. Dessa forma. quando vem a sede, o cérebro está na verdade informando que seus reservatórios de água estão com os “níveis muito baixos” . Você já está na reserva e apesar de já ter acionado todos os mecanismos de racionamento disponíveis, não está mais conseguindo compensar as perdas e então liga o alarme que é a sede para obrigar você a beber.
        Beber água deve ser de preferência um hábito constante e independente da sede. O ideal é que você tome um copo americano de água (200 ml) aproximadamente a cada duas horas, enquanto estiver acordado, esteja com sede ou não.


       

UM ÓSCAR NA MINHA CASA

(Cristiane S. Moraes)


Antes de continuar a contar pra você a história do meu Oscar, preciso corrigir uma informação que saiu errada. Nós adotamos o Oscar em 2005, ele viveu nove OSCARanos conosco e faleceu em novembro de 2014. Ocorre que eu não atualizei a página e saiu que ele ainda estava conosco. A história do Oscar, é algo que aconteceu em nossas vidas. Não é atual. Não está acontecendo agora.
        No mês passado, eu contei como fui sozinha ao canil municipal naquele domingo e como foi o meu primeiro encontro com o Oscar. Se você perdeu essa parte é só clicar aqui e ler como tudo aconteceu.
        Eu estava então voltando pra casa, parada no sinal vermelho, sozinha com meu novo amiguinho, dentro do carro do Morrão, um Sentra gigantesco e cheio de comandos, que eu acostumada com meu fordinho Ká, ainda não dominava direito. Pensava no que tinha acabado de acontecer: Eu adotei um cachorro. Tinha parado de chover e o asfalto molhado refletia as cores dançarinas de um painel de led. Adotei um cachorro.
        Me lembrei de todos que ficaram no canil e lamentei um pouco. Como somos limitados em nossa capacidade de agir! Lembrei de mim, sentada no chão do canil com o Oscar no colo e sorri. Aquele certamente seria um domingo inesquecível da minha vida! Eu tinha escolhido o domingo por dois motivos: Primeiro, aproveitando que estava sozinha em casa, e também porque aquela coisa de ir no canil municipal escolher um cachorro... eu tenho lá minhas fraquezas, meus preconceitos, minhas inibições, e preferia que tudo acontecesse com muita privacidade. Sou muito conhecida aqui, e tenho certeza que ninguém me imaginaria naquela situação. Por isso fui no domingo, na esperança de ter menos movimento por lá, como realmente aconteceu.
        Antes de sair do canil, falei com o Morrão e com a Gabi pelo celular e eles já estavam em casa. Até minha casa eram uns quatro quilômetros, e enquanto todos esses pensamentos passeavam em minha mente, eu tentava descobrir o jeito de apresentar meu Oscar para o meu marido e minha filha.
        Morrão é o meu marido. Na verdade ele se chama Mohamed, mas não é muito fácil pronunciar Mohamed da forma adequada. O h é aspirado, como um r, e as 3 vogais são pronunciadas como se tudo fosse a: “Marramad”. A tônica é no primeiro a mas para a pronúncia sair correta você tem que dar uma meia tônica no último a, antes do d, que por sua vez é um d quase mudo, mas não é um d mudo.
        Nada disso representaria problema nenhum se o Morrão não tivesse a infeliz compulsão de repetir o próprio nome corretamente sempre que eu pronunciava errado. Até que um dia eu falei, quer saber? Abrasileirei o nome dele pra Morrão, mesmo porque a primeira imagem que vem à mente de alguém que vê o meu marido pela primeira vez é de uma montanha e é por isso que eu adoro chamar ele de Morrão. Define bem.
        Qual seria a reação dele quando visse o meu Oscar. Morrão nunca negou que o cachorro dos sonhos dele era um Pitbull gigantesco desses musculosos, de pernas abertas, que tem que ser conduzido na focinheira, enforcador e tudo mais. Talvez até exista aí, uma procura de identificação porque se é verdade o que vários estudos já tentaram demonstrar, os cães imitam a personalidade dos seus donos.
        Segundo uma dessas pesquisas os cães e seus donos são pares sociais e influenciam um ao outro na maneira como agem, como reagem e até como lidam com o estresse. Os cães são sensíveis aos estados emocionais dos seus donos e muitas vezes adquirem traços da personalidade deles.
        E a Gabi, meu Deus a Gabriela, que adorava aquela minha ideia inicial, não sei se vocês se lembram, de uma cadelinha branquinha e peludinha... No fundo eu sei que ela gostaria mesmo era de uma cópia da Petra. Uma cadela que fosse do tamanho da Petra, da cor exata da Petra, dócil, amiga e brincalhona como a Petra, sua companheira inseparável até os seus três anos e meio de idade. Mas a Gabi desde novinha sempre foi inteligente e intuitiva. Sabia que a perda da Petra era irreversível e que qualquer outra cadela não seria a Petra, seria outra e talvez para evitar decepções, sempre que me cobrava o cachorrinho dela, mencionava a cadelinha branquinha e peludinha.
        Mas o fato é que agora não tinha mais jeito. Eu tinha que chegar em casa, e com o Oscar. Será que fui egoísta e precipitada? Será que aquela decisão tinha que ser tomada entre nós três de comum acordo? Olhei demoradamente para o Oscar, deitado quietinho no banco do carona, encolhidinho. A orelhinha cortada fazendo um contraste curioso com a imensidão da outra. Senti um pouco de remorso, um pouco de vergonha de haver cogitado a possibilidade de tê-lo deixado lá.
        Ouvi buzinadas atrás de mim e toquei pra frente. Tinha que ter um jeito e eu ia encontrar esse jeito. Esperei o portão se abrir vagaroso na minha frente e entrei decidida. Gabi estava na varanda esperando pra me abraçar, mas eu resolvi descer já com o Oscar. Tirei o cinto, catei o bichinho do seu descanso, trouxe com jeito para o meu colo e desci.
        Fiquei acariciando o animalzinho, enquanto observava a reação da Gabi. Ela olhava pro Oscar. Só olhava. De repente abriu um sorriso maravilhoso, iluminado e exclamou: mãe, que lindo! E fez menção de pegar o Oscar, mas desistiu quando ele se encolheu reagindo à ideia de sair do meu colo. Gabriela é uma criança espontânea, verdadeira, sempre age de acordo com seus sentimentos, mesmo assim, nunca vou saber se ela achou o Oscar realmente lindo ou se apenas reagiu de uma forma adequada a uma situação que eu estava de certa forma impondo. Percebi claramente que ela notou a falta da orelha. Não é algo que se consiga esconder, mas não fez nenhuma menção ao fato, como se aquilo para ela não tivesse a menor importância.
        Meu marido estava encostado no portal da sala.
        -Olha pai! Um cachorrinho!
        Eu ali, com o meu bichinho que nada tinha a ver com um pitbull saradão.
        Morrão veio, afagou a cabeça do nosso cachorrinho, a orelha, afagou também o lugar onde não havia orelha, me olhou quase sorrindo e disse:
        - Me orgulho de você.

Clique aqui para continuar lendo a história

Quer uma dica pra não arriscar perder? Clique na estrelinha do seu navegador e coloque esta página nos favoritos. Você vai gostar.

Adicione aos favoritos

Edições-2017

Edições-2016